Política

Isabel Oneto cabeça de lista à AM

isabel onetoA candidatura socialista já foi apresentada. Joaquim Couto tem como número dois (um nome já avançado) o presidente da estrutura local, Eduardo Vítor Rodrigues. O ainda presidente da junta de freguesia de Oliveira do Douro vai agora lançar-se em novos projectos políticos.

A número três é Elisa Oliveira, a presidente da estrutura socialista da Madalena. Casada com o edil da junta madalenense, é a responsável pela Associação de Solidariedade Social da Madalena.

Segue-se Patrocínio Azevedo, filho do actual presidente de junta de Olival. É o presidente da Instituição de Solidariedade Social ‘Olival Social’.

Em lugares elegíveis estão ainda Teresa Rosmaninho, Nuno Portas (Santa Marinha), Jorge Patrício Martins (actual vereador), Laura Santos (Mafamude), Daniel Couto (Canelas), José Maia (Arcozelo) e Rosalina Santos (Oliveira do Douro).

A novidade é o nome de Isabel Oneto para encabeçar a lista à Assembleia Municipal.

A candidata aceitou o desafio poucas semanas após ter deixado o governo civil do Porto.

Segundo o PS-Gaia, esta é “uma lista de pessoas credíveis, empenhadas, que comportam a ambição de devolver a Gaia um Projecto sustentável, a pensar nas pessoas, contra as tiranias e a desorganização que se instalou na Câmara de Gaia. É uma lista de pessoas representativas da sociedade civil gaiense, que se candidata a pensar em Gaia e nos Gaienses e não a pensar em usar Gaia para outros voos pessoais”.

Anúncios

Ambiente

OPERAÇÃO STOP LIXO NA ESTRADA

sumaRelembrar as regras de Conduta Cívica aos automobilistas e passageiros e premiar quem tenha uma “Conduta 5 estrelas” na estrada são os objectivos desta campanha

O dia 27 de Julho marcou o arranque da campanha “Código Cívico”, iniciativa conjunta da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia e da SUMA, empresa prestadora de serviços no âmbito da Limpeza Urbana do Município.

Através de um pequeno questionário realizado aos automobilistas em postos de abastecimento, a campanha pretende alertar para a importância da adopção individual de pequenos gestos para o desenvolvimento de uma nova consciência de Cidadania, abordando questões relacionadas com a Prevenção Rodoviária e a manutenção da Higiene nas vias de circulação.

O esquema de intervenção directa e implicativa aponta para processos de auto e hetero-fiscalização e pretende certificar e premiar comportamentos de referência, sendo entregues aos condutores com “Conduta 5 Estrelas” um saco para colocação de pequenos lixos e palas cartonadas para protecção do interior das viaturas contra os raios solares.

De salientar a parceria com a Associação Madalena Jovem que colaborará directamente na concretização da campanha, com 11 jovens.

A iniciativa será levada a cabo de 27 a 31 de Julho, entre as 14:30 e as 16:30, na orla marítima de Gaia, bem como em alguns postos de abastecimento do município. RS

por noticiasdegaia Publicado em Ambiente

Sociedade

Novo hospital de Gaia pronto em 2013

hospital gaiaFoi durante a cerimónia de assinatura do contrato de financiamento do Centro de Reabilitação do Norte, que o secretário de Estado da Saúde, Manuel Pizarro, revelou que o concurso para construção do Centro Hospitalar Gaia-Espinho poderá acontecer ainda neste mandato.

A construção do novo Hospital Gaia-Espinho deverá começar até ao final de 2010 e terminar em 2013, conforme afirmou Manuel Pizarro.

A área de influência do futuro hospital de Vila Nova de Gaia/Espinho engloba na primeira linha, os concelhos de Gaia e Espinho e a segunda linha, os concelhos de Arouca, Santa Maria da Feira, Vale de Cambra, S. João da Madeira, Oliveira de Azeméis e Ovar. Foi ainda considerada uma área de influência de 3ª linha, no que respeita à Cirurgia Cardiotorácica (distritos de Vila Real, Bragança e cidade do Porto) no pressuposto de que o hospital assegurará 40 por cento das necessidades da região Norte (com o Hospital de S. João a assegurar os restantes 60 por cento).

Esta cerimónia que teve lugar hoje, dia 23 de Julho, foi considerada pelo governante “um passo absolutamente decisivo para a construção do Centro de Reabilitação do Norte”.

O CRN ira ser construído no antigo edifício do Sanatório de Valadares. Este edifício foi doado ao Estado em 1978 pela Associação do Sanatório Marítimo do Norte, mas que durante décadas não teve a utilização adequada. Como salientou Marco António Costa (vice-presidente da câmara municipal de Gaia “foi entregue de uma forma indevida a um sindicato”, pelo que este contrato “é um hino à defesa e à salvaguarda do património”.

A construção do CRN está prevista desde 1992 mas a sua localização só ficou definida há cerca de dois anos e tem um prazo de execução de 24 meses, pelo que deverá estar concluído no final de 2011, num investimento elegível de 34 milhões de euros, co-financiado em 70 por cento pelo Fundo Europeu do Desenvolvimento Regional (FEDER).

O projecto de arquitectura prevê a recuperação e reconversão do edifício da antiga unidade de tratamento da tuberculose, mantendo a traça original, e a construção nas traseiras de novos edifícios de altura reduzida para não prejudicar o enquadramento paisagístico.

O espaço será dotado de 100 camas, de cerca de 600 internamentos por ano, jardins terapêuticos e espaços de investigação e formação, nomeadamente auditórios e biblioteca.

Foi ainda hoje assinado o contrato de financiamento do Centro Materno Infantil do Norte (CMIN), obra com um investimento de 41,2 milhões de euros, também este financiado pelo FEDER em 53 por cento.

A construção de raiz, ate Fevereiro de 2011, de um edifício junto à maternidade Júlio Dinis, a remodelação do actual edifício da maternidade, ate Fevereiro de 2012, e a construção de um parque de estacionamento, ate Julho de 2012, fazem parte do projecto.

O pessoal do Hospital Maria Pia e os pavilhões da consulta externa da maternidade será transferido para as novas instalações e os edifícios demolidos.

O CMIB ira funcionar em três localizações próximas: Maternidade Júlio Dinis, o Hospital de Santo António, responsável pelos diversos serviços de pediatria, e o Centro Integrado de Cirurgia de Ambulatório, em relação nos terrenos do antigo CICAP/Reitoria.

Política

“Gosto à brava disto que faço”

flyer candidatura lfmMenezes recandidata-se ao quarto mandato. 48 projectos para 48 meses pretendem marcar os próximos anos. Campanha laranja com cartazes só a 28 de Setembro

Auditório cheio para receber o candidato a presidente de câmara: Luís Filipe Menezes. Candidato ao quarto mandato à frente do destino dos gaienses. E nem sabiam que – grande parte deles – vai ter uma ‘responsabilização’ nesta campanha. Menezes, o candidato, nomeou os gaienses – todos os gaienses – como mandatários desta candidatura e elementos da comissão de honra. A candidatura do “Partido de Gaia”, revelou o social-democrata. O slogan da candidatura espelha essa mesma ideia: ‘O meu lema é fazer. A minha ética cumprir. O meu partido Gaia’.

E porque motivo se recandidata mais uma vez? “Porque gosto à brava disto que faço”, explica. Mas, acima de tudo, porque “acho, acredito e tenho a certeza que tenho a energia, ideias e criatividade para mais um ciclo político de progresso”.

Para já, Menezes não quer confundir o eleitorado. Por isso, à parte do que irá ser feito individualmente nas freguesias, esta candidatura vai estar ‘adormecida’. Não vai haver um cartaz com o rosto de Menezes, por enquanto. “Vou ficar caladinho até 28 de Setembro (um dia após as eleições Legislativas)”, assegurou. Mas, mesmo após essa data, a candidatura não deverá apostar em grandes quantidades de outdoors. Até porque, o social-democrata acredita que deve acabar o “folclore de cartazes”. Porém: “vão ter paciência, mas vai haver muita inauguração” até 11 de Outubro.

48 projectos para 48 meses

O próximo mandato já tem estruturados 48 projectos. De carácter social, infra-estruturas e, por exemplo, ambiental.

Em termos sociais, Menezes quer avançar com a gratuitidade dos livros escolares até ao 9.º ano, para todas as crianças de Gaia. Aposta no Cartão Cidadão Sénior, dedicado aos gaienses com mais de 65 anos. Este cartão vai permitir descontos nos transportes públicos, nos equipamentos públicos, piscinas ou museus.

Pretende ainda desenvolver o SOS Idoso que, entre outras valências, irá permitir o transporte gratuito até ao hospital ou ao centro de saúde.

Ainda nesta área estão sobre a mesa as regalias às famílias numerosas e casais jovens. Estes poderão beneficiar de reduções substanciais em algumas taxas municipais; e ainda o programa social que beneficia quem tem mais de 3 filhos.

As cantinas sociais, que vão ser edificadas nas zonas industriais pretendem também garantir refeições de qualidade para todos os trabalhadores são também projectos desta candidatura.

A reabilitação de Vila d’Este – com ou sem ajuda do governo -, a construção do Museus do Teatro e da Casa do Cinema – ambos no Centro Histórico -, o teleférico e a Marina de Foz de Gaia são apostas que Menezes garante como concretizáveis. Ainda no que toca a obras, estão previstos dez campus escolares para mais 5 mil crianças do 1.º ciclo, “algo que não existe em qualquer parte do mundo”, assegurou.

Em termos ambientais, garante a duplicação de espaços verdes, atingindo os seis metros quadrados por habitante, bem como investir em ‘bosques municipais’.

Novos centros desportivos e quatro centros de saúde estão também na lista dos projectos de Filipe Menezes.

Mas com todos estes projectos, o candidato evoca outros que vão marcar a próxima década: a via que vai ligar a Avenida da República até ao mar, desde a rotunda de Santo Ovídio até ao pólo de reabilitação do Norte, em Valadares; o metro até Vila d’Este, assim como, a via rápida de Canidelo até as Devesas. “Afianço-vos sobre palavra de honra. Mais de 70% estará concluído daqui a quatro anos, o restante será inaugurado pelo próximo presidente da câmara”

Menezes terminou assegurando: “vou ficar em Gaia nos próximos quatro anos”, até porque “um compromisso eleitoral é para levar até ao fim”. TT

Política

PS vs BE ou BE vs PS?

Convite PS Gaia Vieira da Silva copy

Convite PS Gaia a anunciar presença de Vieira da Silva

O Bloco de Esquerda apresentou uma queixa à Comissão Nacional de Eleições na qual questionava a legalidade da presença do ministro da Solidariedade Social numa acção de campanha promovida pelo PS-Gaia.

O PS Gaia “assistiu com estupefacção à queixa”. Segundo um comunicado enviado pela estrutura local, os socialistas explicam “o Dr. Vieira da Silva foi apresentado como mandatário nacional do PS para as Autárquicas/Coordenador Autárquico, sendo igualmente Ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, função a que ele não vai renunciar para vir a Gaia!”.

Site Distrital do Porto_BE copy

Site Distrital do BE

Mas vão ainda mais longe com a estupefacção: “estranhamos esta apreciação, quando o Dr. João Semedo, candidato à Câmara de Gaia, foi apresentado como deputado” aquando da apresentação da candidatura do bloco a Gaia.

O comunicado termina dizendo que o “PS Gaia estranha que o BE tenha escolhido este assunto e o PS para iniciar a sua campanha. Sempre pensamos que seria a gestão municipal do Dr. Menezes e o PSD o que mais escandalizava o Bloco”.

Sociedade

O lado solidário do 1.º Grande Prémio de Atletismo

ageem 013Este ano, a empresa municipal Águas de Gaia celebra 10 anos de existência. Um dos eventos que marca o aniversário aconteceu no início de Abril e envolveu a empresa e sociedade civil: o 1.º Grande Prémio de Atletismo 2009.

Esta prova desportiva foi organizada pelo Clube de Pessoal da Empresa e percorreu 10 quilómetros do centro urbano do município.

Cerca de 700 pessoas aderiram à iniciativa que teve como madrinha a atleta olímpica Rosa Mota. A organização decidiu que, por cada inscrição seria retirado um euro para posteriormente entregar a uma instituição social de Vila Nova de Gaia.

Três meses depois, o Clube de Pessoal da Águas de Gaia entregou o donativo. Mas em vez de uma, duas instituições tiveram direito a um ‘prémio’. A madrinha olímpica abdicou do prémio de presença e entregou-o. Assim, os donativos foram direitinhos para a Associação das Escolas do Torne e do Prado, assim como para a Aldeia de Crianças SOS de Gulpilhares.

José Maciel, Rosa Mota e José Guilherme Aguiar

José Maciel, Rosa Mota e José Guilherme Aguiar

Estas foram escolhidas “pela importância social e local” que representam, revelou o presidente da administração das Aguas de Gaia, José Maciel.

A madrinha Rosa Mota e o vereador da Acção Social José Guilherme Aguiar entregaram os cheques que vão ajudar no dia-a-dia dos utentes que frequentam as instituições.

Política

Câmara responde… parte II

Boletim Municipal - Agosto 2007

Boletim Municipal - Agosto 2007

Pouco depois do comunicado das juntas PS, que dava conta da providência cautelar contra a câmara, o gabinete de comunicação da autarquia retorquiu com novo comunicado.

Desta vez, em anexo, o gabinete mostrava imagens de vários boletins municipais, datados de 2007 e 2008, nos quais se divulgavam os protocolos com as referidas cinco edilidades socialistas.

Segundo o boletim, a 4 de Julho 2007, a autarquia assinou protocolos no valor de 300 mil euros com Avintes, Canelas, Olival, Madalena e Oliveira do Douro. Mais, nesse ano, o executivo oliveirense recebeu uma verba extraordinária de 24 mil euros para a reabilitação e reconstrução do Jardim-de-infância de Quebrantões e respectiva aquisição de material didáctico.

No ano seguinte, em Maio, o boletim publica imagens da assinatura de protocolos, com as mesmas juntas, no valor de 530 mil euros. Desta vez, esta verba destinava-se ‘à execução de projectos no âmbito da requalificação da rede viária, construção de passeios, recuperação de edifícios, iluminação de polidesportivos, manutenção de lavadouros e jardins públicos, execução de obras nos parques escolares e outras obras de natureza diversa’ nas diferentes freguesias.

Após a demonstração destes dados, os sociais-democratas alegam que “é pois baixa política faltar à verdade”.

E aproveitam para acusar “estes Senhores Presidentes de Junta não entregarem centenas de milhares de euros de senhas escolares que ilegalmente se apropriaram em representação do Município”, uma atitude que consideram “claro abuso de abuso de confiança”.

Finalizam acusando: “São milhares de euros dos pais das crianças que não se sabe onde andam, o que obrigou o município a agir junto das entidades competentes para obrigarem estas freguesias a prestarem contas desse dinheiro em falta”.

Política

PS interpõe providência cautelar contra a câmara

Na sequência da assinatura de protocolos de apoio financeiro com oito juntas – todas sociais-democratas -, cinco presidentes de junta – socialistas – vão avançar com uma providência cautelar contra a câmara de Gaia.

Em causa, segundo um comunicado enviado à comunicação social, está mais “um acto sectário e de discriminação político-partidária” por parte do executivo municipal

Mário Gomes (Avintes), Vítor Canastro (Canelas), Carlos Cidade (Madalena), Manuel Azevedo (Olival) e Eduardo Vítor Rodrigues (Oliveira do Douro)

Mário Gomes (Avintes), Vítor Canastro (Canelas), Carlos Cidade (Madalena), Manuel Azevedo (Olival) e Eduardo Vítor Rodrigues (Oliveira do Douro)

O mesmo tempo, os responsáveis pela petição continuam a alegar que continua “a discriminação levada a cabo contra 5 Juntas do PS, que, desde Fevereiro de 2007 se vêm excluídas dos pagamentos que a Câmara protocolou, apenas por razões político-partidárias”.

O que os presidentes de junta das freguesias de Avintes, Canelas, Madalena, Olival e Oliveira do Douro pretendem com esta providência cautelar é solicitar “a execução das dívidas da câmara municipal para com as juntas de freguesia do PS” que se sentem “prejudicadas em mais de 1,5 milhões de euros”. Segundo o comunicado, esta acção resulta não “restando outra alternativa face à asfixia financeira que a Câmara tem provocado”, “repondo, assim, pela via judicial, aquilo que o Dr. Menezes não repõe pela via política e do bom senso”.

Os socialistas realçam ainda que “o Dr. Menezes, que se gaba de defender o Partido de Gaia, escorrega nas suas próprias tentações ao privilegiar apenas o seu aparelho partidário, excluindo todos os que pensam de maneira diferente”.

O documento está assinado pelos cinco presidentes de junta envolvidos neste processo: Mário Gomes (Avintes), Vítor Canastro (Canelas), Carlos Cidade (Madalena), Manuel Azevedo (Olival) e Eduardo Vítor Rodrigues (Oliveira do Douro).

Política

BE apresenta queixa à CNE

bandeiraA concelhia do Bloco de Esquerda vai apresentar uma queixa à Comissão Nacional de Eleições (CNE) que tem como fundamento uma violação da legislação eleitoral cometida pelo ministro Vieira da Silva.

Em causa está a presença do governante responsável pela tutela da Solidariedade Social numa acção de campanha promovida pelo PS-Gaia, decorrida no último domingo, e na qual os 24 candidatos socialistas às juntas de freguesia, bem como o candidato à câmara Joaquim Couto, assinaram um compromisso de políticas sociais para Gaia.

Vieira da Silva, que assume politicamente o papel de coordenador da campanha autárquica do PS, esteve na cerimónia mas foi “apresentado na sua qualidade de Ministro do Trabalho e da Solidariedade Social”, reclama o BE em comunicado.

Mais: “Tratou-se de uma clara ingerência do Governo na campanha eleitoral autárquica de Gaia. O PS-Gaia quis utilizar a presença do Ministro da Solidariedade Social para insinuar um apoio governativo às suas propostas de acção social, mas sem que o ministro assumisse de facto qualquer compromisso com Gaia. Com esta atitude manipulatória e de clara violação da legislação eleitoral, o PS-Gaia procura disfarçar o vazio que caracteriza as suas posições”

Por tudo isto: “a concelhia de Gaia do Bloco de Esquerda pronuncia-se contra esta governamentalização da campanha eleitoral” e levará à Comissão Nacional de Eleições uma queixa formal.

Desporto

2º Downhill Urbano de Gaia

donwillO Centro Histórico de Gaia vai receber a 2ª Edição do Downhill Urbano, prova integrada no Troféu DHX Vodafone 2009, no próximo dia 26.

O evento vai contar com a presença de 100 participantes, entre federados e promocionais.

Percurso: Jardim do Morro, Rua de Rocha Leão, Calçada da Serra, Rua do Pilar, Escadas do Pedrosa, Rua de General Torres, Travessa de Cândido dos Reis, Rua de Cândido dos Reis e Avenida de Diogo Leite.

A prova contará com a presença do campeão nacional Emanuel Pombo.

Horário: Treinos Livres – 09h00; 1º Descida – 14h30; 2ª Descida – 17h00
Local: Centro Histórico de Gaia

Mais informações em: www.dhx.com.pt

por noticiasdegaia Publicado em Desporto

Política

PS parte com confiança para eleições em Oliveira do Douro”

dario silva

Dário Silva

No passado domingo, decorreu a apresentação de Dário Silva, candidato do Partido Socialista à Junta de Freguesia de Oliveira do Douro.

O auditório da escola secundária de Oliveira do Douro encheu para ouvir o novo candidato oliveirense.

A cerimónia contou com a presença dos vinte e quatro candidatos socialistas às juntas de freguesia gaienses, o candidato à câmara, Joaquim Couto e do Ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, Vieira da Silva.

O representante do PS local, João Paulo Santos, referiu que “o PS orgulha-se de ter obra feita em Oliveira do Douro” e que, por isso mesmo, “partem com confiança para estas eleições”. Afirmou ainda que “pretendemos apresentar a melhor equipa para Oliveira do Douro”.

Joaquim Couto e Eduardo Vitor Rodrigues

Joaquim Couto e Eduardo Vitor Rodrigues

Eduardo Vítor Rodrigues, anterior presidente da autarquia local, discursou enquanto presidente do PS-Gaia e lembrou que “toda a gente trabalhará com Joaquim Couto e Dário Silva rumo à vitória. O socialista acusou ainda Luís Filipe Menezes de estar “cansado de Gaia, porque ser presidente de Gaia é um frete”. Mais: “Luís Filipe Menezes já pensa mais na sucessão do que no seu próprio projecto” e que “projecta os seus recalcamentos nas Juntas do PS”.

Já Joaquim Couto, candidato socialista à câmara realçou que Gaia é um concelho a “duas velocidades”. Segundo o candidato, “vive-se melhor no centro e no litoral de Gaia e pior nas freguesia do interior”. Couto afirmou também que o município se “tornou numa câmara com pensamento neo-liberal” e, concluiu dizendo que “pretende uma rede de transportes interna que se possa adequar às necessidades da população e que permita que a educação global se possa fazer”.

Mas a cerimónia tinha como orador principal Dário Silva. Para o oliveirense, a freguesia de Oliveira do Douro necessita de projectos inovadores, os quais precisam de “alguém conhecedor, dinâmico e capaz de mobilizar uma rede de parceiros institucionais que assegurem o cumprimento destes desígnios”. Pretende apostar na melhoria da gestão autárquica e garante que “vai constituir uma equipa forte e coesa para construir uma freguesia forte, com um misto de juventude e experiência”.

Ministro dá apoio a Joaquim Couto

ministro em oliveira do douro

Ministro em Oliveira do Douro

Depois das declarações de todos estes intervenientes, procedeu-se à assinatura da Declaração Política pelas Políticas Sociais, protagonizada por Joaquim Couto e todos os candidatos socialistas às juntas gaienses.

Nessa declaração, todos os intervenientes garantem a prossecução de vários programas e acções. Alguns deles são passam pela criação do Cartão Idade Mais com descontos e benefícios em serviços e equipamentos aderentes ao programa; a criação do Provedor do Cidadão com necessidades especiais em cada freguesia e no município; a criação de um centro de dia e de apoio domiciliário por freguesia; a criação de um serviço de creche, por freguesia em parceria com as instituições já existentes e a criação de um Plano de Desenvolvimento Social actualizado e assente no trabalho em parceria com a rede social.

Num segundo momento da sessão, o governante afirmou que o partido socialista se distingue pelas políticas sociais e referiu ainda que “não se pode avançar com políticas sociais sem se garantir a sua sustentabilidade”. SO/CM

Política

‘Queixinhas’… Parte I

ministro“Já que não têm propostas a apresentar para o concelho, pelo menos que fiquem conhecidos na história como ‘queixinhas’”. Esta foi a forma como o vice-presidente comentou o pedido de intervenção que a candidatura do PS à câmara fez à Inspecção Geral da Administração do Território e à Comissão Nacional de Eleições.

Em causa “estão os valores envolvidos na campanha publicitária da Câmara de Gaia”, valores esses que, segundo os socialistas, atingem as dezenas de milhares de euros.

Para além de ser “nossa obrigação publicitar o programa”, “não podemos inaugurar na clandestinidade”, explicou Marco António Costa.

Nas últimas duas semanas a autarquia publicou na imprensa diária e na regional dois projectos: o estádio municipal e ‘Gaia mais Solidária’. “Não podemos deixar de anunciar projectos desta importância”, afirmou.

No caso do estádio, o objectivo era incentivar os gaienses a conhecer o equipamento desportivo que está aberto à população em geral, mas que serve também quatro clubes de Gaia: Vilanovense, Oliveira do Douro, Torrão e Gervide. Em relação ao ‘Gaia mais Solidária’, este é um programa assinado com o governo que visa o fomento de mil novos postos de trabalho para desempregados do concelho.

A assinatura deste projecto contou com a presença do ministro socialista Vieira da Silva que enalteceu e agradeceu o empenho da câmara numa responsabilidade do poder central. Um dos convidados presentes era o candidato do PS à câmara municipal Joaquim Couto.

Mas “eu sei porque incomoda tanto o PS local”, referiu Marco António. Estas palavras do ministro servem para “enterrar a credibilidade que o PS tenta desenvolver no discurso político ao nível local”, terminou o autarca.

Freguesias

Apoio camarário às freguesias

lavadourosPerto de 193 mil euros foi o valor protocolado entre a câmara de Gaia e seis juntas: Afurada, Arcozelo, Perosinho, São Félix da Marinha, Seixezelo e Valadares

Estes apoios financeiros destinam-se a facilitar a realização de pequenas obras, de acordo com o plano de actividades definido por cada junta.

“Ao longo do mandato temos levado a cabo este tipo de apoio com todas as freguesias sem excepção numa lógica de cooperação e proximidade”, revelou o vice-presidente Marco António Costa. Por isso mesmo, estas foram as primeiras a receber, mas as restantes 18 freguesias vão assinar protocolos semelhantes.

A título excepcional, a autarquia decidiu associar-se também à Paróquia de Grijó, na construção do novo Centro Social, e à Fábrica da Igreja Paroquial de Olival. “A dinâmica de acção desenvolvida por algumas instituições sociais fez com que o município se sinta na obrigação de acompanhar essa dinâmica”, revelou o autarca. No total, as duas instituições receberam um apoio financeiro no valor de 62 mil euros.

Parceria permite mais equipamentos

Marco António Costa aproveitou a cerimónia para evidenciar o trabalho de cooperação entre a câmara e as instituições nas candidaturas ao Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais. Das candidaturas avançadas, 16 mereceram a aprovação do governo que comparticipa com 60% do valor total da obra. Estes projectos visam essencialmente a construção ou alargamento de equipamentos dedicados à primeira infância, aos idosos e/ou deficiência.

A autarquia cooperou nas candidaturas. Há casos em que “doou o terreno para a obra”. Noutros que “elaborou os projectos”. E outros até que “co-financiou até 40% o valor da construção já que a instituição não tem capacidade financeira para o fazer”, revelou o edil. Mas há mais: “há alguns casos em que esteve envolvida nos três processos em simultâneo”.

Política

Couto quer conhecer valor gasto pela câmara em ‘outdoors’

jcoutoA candidatura socialista, liderada por Joaquim Couto, enviou um pedido de intervenção à Inspecção Geral da Administração do Território e à Comissão Nacional de Eleições. Em causa estão “os valores envolvidos na fortíssima campanha publicitária da Câmara de Gaia por todo o concelho”.

Em comunicado, a estrutura fez saber que “a Câmara tem vindo a gastar milhares de euros em anúncios de página inteira nos principais jornais nacionais”, não passando “de uma forma camuflada e desleal de fazer pré-campanha eleitoral, ainda por cima dizendo o Dr. Menezes que não gastará dinheiro em campanha eleitoral”.

A candidatura recorda que o presidente da autarquia “por um lado, diz que em período de crise devemos ser contidos nos gastos; por outro, estoura dezenas de milhares de euros em megalómanos outdoors e campanhas publicitárias da Câmara”.

O importante com esta intervenção é informar os gaienses “quanto estão a pagar por esta mega-campanha publicitária e possam estar conscientes das manobras habilidosas da Câmara e do seu Presidente”.

Curiosamente, também Luís Filipe Menezes, durante a apresentação oficial de candidatura – na última sexta-feira – também acusava o aparelho do PS pelo “folclore de cartazes” espalhados pelo município. Para além de ser um gasto excessivo de dinheiro, segundo o social-democrata não justificam e não representam obrigatoriamente mais votos.

Política

BE arranca campanha eleitoral em Gaia

Arruada com F. Louçã em Gaia 003Este sábado, o Bloco de Esquerda arrancou a campanha eleitoral em Gaia. Dando um forte ímpeto ao propósito de juntar forças, para as legislativas e para as Autárquicas, o BE percorreu, em arruada com Francisco Louçã, uma parte da orla marítima, entre Lavadores e Canidelo.

Presentes estiveram, além do coordenador nacional do Bloco, o deputado João Semedo (cabeça de lista à Câmara Municipal de Gaia) e o deputado municipal Eduardo Pereira (cabeça de lista à respectiva Assembleia Municipal) bem como, dirigentes locais e elementos da concelhia.

Sociedade

Madalena promove emprego

imagem_empregoA Junta de Freguesia da Madalena organiza, entre os dias 27 e 29 de Julho a I Feira do Emprego.

Esta iniciativa pretende chamar a atenção para o desemprego na região, sendo que as mais recentes estatísticas demonstraram a existência de 500 desempregados na Vila.

A criação do Centro de Dia e Creche pretende contrariar os últimos números, estando já garantidos 15 novos postos de trabalho.

Esta iniciativa contará com a presença de empresas e instituições ligadas ao emprego e formação.