Cavaco (também) ganha em Gaia

Apesar de os números conseguidos serem inferiores aos gerais, o reconduzido Presidente da República venceu nas 24 freguesias do concelho. Manuel Alegre e Fernando Nobre ficaram acima nas percentagens, enquanto que Joaquim Lopes, José Coelho e Defensor Moura não guardam boas recordações deste município

Escrutinados os resultados das Presidenciais deste domingo, que reconduziu Aníbal Cavaco Silva no cargo de Presidente da República mais cinco anos, importa perceber como se manifestaram os gaienses nesta ida às urnas. E os números deixam algumas curiosidades, concretamente no que diz respeito à comparação com as percentagens globais finais. Mas vamos por partes.

No que se refere à candidatura vencedora, Cavaco Silva teve aceitação inferior no concelho.  O candidato apoiado pelo PSD, CDS-PP e MEP ganhou em todas as freguesias – com destaque para Lever (64,65%) com maior percentagem e Avintes com menor (43,15%) -, mas o valor ficou-se nos 50,63% face aos 52,94% conseguidos em termos nacionais. Apesar de tudo, Cavaco Silva mereceu largamente a confiança dos gaienses, também eles confiantes que esta era a melhor solução para a mais alta função pública de Portugal.

Relativamente às candidaturas vencidas, podemos começar pela de Manuel Alegre. O candidato foi apoiado pelo PS e BE e por cá a percentagem amealhada (20,96%) foi superior à nacional (19,75%). Todavia, muito aquém das expectativas e longe do pretendido pelo reconhecido poeta português. Em Canidelo conheceu o melhor resultado (24,92%) e em Gulpilhares o pior (16,70%). Aliás, Alegre viu ser-se ultrapassado por Fernando Nobre no segundo lugar em Gulpilhares, Mafamude e Vilar do Paraíso

E por falar em Nobre, nota também para o facto do independente candidato ter obtido melhores números em Gaia (17,22%), quando comparados com o espectro geral nacional (14,10%). Acrescente-se que a melhor percentagem saiu de Vilar do Paraíso (20,69%) e a pior de Lever (9,93%).

Outros resultados
Ainda sobre as candidaturas vencidas, o comunista Francisco Lopes ficou-se em Gaia abaixo (6,20%) dos números gerais (7,14%). A melhor percentagem de votos aconteceu na freguesia de Avintes (9,42%) e a pior em Sandim (2,84%).

Quanto a José Coelho, o madeirense não guarda boas recordações de Gaia, pois os resultados aqui conseguidos (3,53 %) foram menores do que no geral do resto do território nacional (4,50%). Apesar de tudo, a sátira de Coelho caiu bem em Arcozelo (4,69%), ao contrário de em Mafamude (2,63%). Referência para o facto de o madeirense ter mesmo tirado o quarto lugar de Francisco Lopes em Lever, Sandim e Seixezelo.

Por fim, Defensor Moura. O vianense socialista também colheu menor aceitação no município (1,46%), em relação à percentagem geral (1,57%), vendo o melhor resultado saído da freguesia da Afurada (2,11%) e o pior de Crestuma (0,97%).

A terminar, resta abordar a abstenção. Em relação ao preocupante panorama nacional (53,37%), os gaienses que foram às urnas ficaram abaixo (48,31%) dos restantes portugueses que faltaram à chamada. Sobre os votos brancos (4,59% em Gaia e 4,26% no geral) e nulos (1,89% em Gaia contra 1,93% em todo o país), as percentagem foram praticamente idênticas.

Confira aqui os resultados em Gaia.

Anúncios

Faleceu Nelson Cardoso

O presidente da empresa municipal Gaianima, Nelson Cardoso, morreu ontem à noite em Salamanca, Espanha, onde se encontrava em família, numa viagem pessoal.

Prevê-se que as cerimónias fúnebres se realizem no sábado, dia 22 de Janeiro.

Nelson Joaquim Sousa Silva Cardoso, de 56 anos, liderava a Gaianima há um ano, mas ocupou o cargo de administrador nesta mesma empresa, durante cerca de sete anos.



Madalena inaugura infantário de sonho

Apenas dez meses separaram o sonho da realidade. Em Março de 2010, José Rangel lançou a primeira pedra. E agora, não só a Casa do Povo da Madalena está totalmente recuperada, mas o equipamento recebeu também uma nova valência: o infantário.

E a festa teve lugar num momento especial: precisamente no mesmo dia em que o mentor completava 82 anos. Nem um dia a mais, nem um dia a menos!

Conhecido na freguesia como ‘benfeitor’, José Rangel dedicou uma parte substancial da vida ao trabalho em prol das crianças.

E o presidente da câmara não perdeu a oportunidade e agradeceu o trabalho deste homem com a atribuição de Medalha de Ouro de Mérito Municipal. Uma homenagem ao homem que “corporiza a solidariedade social”.

Orçada em um milhão de euros, dos quais 550 mil a fundo perdido, a nova Casa do Povo da Madalena tem capacidade para acolher 123 crianças (48 na creche e 75 em educação pré-escolar) e criou 23 postos de trabalho.

“É com muito orgulho que vejo nascer uma obra emblemática que resulta da crença, da vontade e da mobilização do associativismo e da solidariedade social, para dar resposta às necessidades, com muito amor, carinho e paixão”, salientou Luís Filipe Menezes.

‘E ele é nosso!’

Nem o frio e muito menos a chuva foram suficientemente fortes para parar a primeira romaria do ano. S. Gonçalo é a primeira romaria popular portuguesa e continua a atrair centenas de fieis. Como manda a tradição. Nada é esquecido ou negligenciado. No primeiro domingo seguinte a 10 de Janeiro – dia do padroeiro – Santa Marinha e Mafamude aplaudem a passagem do santo nas principais ruas das freguesias. Abençoado tudo e todos. Augurando um ano melhor. Durante todo o dia os bombos ecoam nas ruas da cidade, atraindo a atenção. Mas é no adro da Igreja de Mafamude que a festa atinge o auge. Centenas de pessoas esperam durante horas pela chegada dos santos: S. Gonçalo (padroeiro dos barqueiros do rio), S. Cristóvão (padroeiro das gentes do mar) e São Roque (padroeiro dos doentes). Mas eles não chegam sós. A acompanhar ruidosamente chegam também os Mareantes do Rio Douro, de Santa Marinha, a Comissão Velha da Rasa e a Comissão Nova da Rasa, ambas de Mafamude.

Reza a lenda que a cabeça de S. Gonçalo foi lançada ao Rio Douro, parando na zona ribeirinha de Gaia. E foi a gente de Santa Marinha – ligada aos Mareantes do Rio Douro – que avistou a cabeça do santo. E por isso ganharam por direito desfilar pelas ruas das freguesias com o ‘prémio’: a cabeça do padroeiro! Ficando para os outros grupos a imagem de S. Cristóvão e de São Roque.

A tradição diz que o mordomo de cada grupo tem de entrar com a ‘cabeça’ do santo voltado para si, enquanto cá fora os apoiantes esperam calmamente que o acto religioso da bênção seja realizado. Mas os mais antigos recordam que um ano não foi isso que aconteceu. O mordomo entrou com a ‘cabeça’ de S. Gonçalo de frente para o altar, e assim pelas ‘normas’ da romaria, a perdeu, para a Comissão da Rasa, que era a única na altura.

Após a bênção, os grupos dão três voltas ao átrio da igreja antes de seguirem para as sedes. E é aqui que o maior número de pessoas se concentra. Os bombos servem apenas de mote para os saltos e gritos dos fiéis. “E ele é nosso. E é, é, é!!!” ecoam em uníssono. Homens, mulheres, novos e velhos.

Este ano, a população aderiu em maior número. E os jovens, contrariando a ideia de que a festa tende a desaparecer, dançaram e mostraram-se muito envolvidos na romaria.

Após a saída, começam a suar os bombos e é dada continuidade à romaria. Três voltas ao átrio da igreja é a praxe e seguem caminho para as suas sedes onde terminam o dia.

Mercado à Moda Antiga

Este ano, o S. Gonçalo teve direito a dois dias de festa. Na beira-rio, durante todo o fim-de-semana, estive o Mercado à Moda Antiga, recriando os usos e costumes do final do séc. XIX, início do séc. XX. Pelo Centro Histórico desfilaram os figurantes dos associados da Velha Lamparina, grupos etnográficos, confrarias e artesãos do concelho.

No final do cortejo, os Mareantes tiveram direito à merenda. Um momento de confraternização que evocou os tempos antigos.

Festa histórica

Esta romaria – a primeira a realizar-se no país – terá começado na Idade Média. Acontece sempre no primeiro domingo após o dia de S. Gonçalo, 10 de Janeiro.

No século XVIII foi aproveitada, para afirmar em Mafamude a antiga autonomia de Gaia face ao bairro de Vila Nova, que era administrado pelo Porto. Naquele tempo, Vila Nova de Gaia estava dividida em duas povoações: ‘Vila Nova’ (hoje a zona junto ao Cais de Gaia) e ‘Vila de Gaya’ (Candal e a zona do Castelo de Gaia – Lugar de Gaia).

“Virtude e Terror”

A Casa da Cultura/Casa Barbot acolhe a exposição de pintura, escultura, desenho e vídeo intitulada “Virtude e Terror”, da autoria de Filipe Rodrigues e Pedro Rodrigues, a inaugurar hoje, pelas 21h30.

“Robespierre, Virtue and Terror”: eis o título do livro de Slavoj Zizek que serve de base para o tema da exposição. Virtude e terror são conceitos que se baseiam na experiência literária, em que a análise crítica relativamente ao estado da sociedade, política e cultura é interpretada sob a forma artística.

O efeito é o de uma colagem da análise crítica à própria arte, tendo como objectivo passar uma mensagem para lá do visual aos espectadores.

Com duração de segunda a sexta-feira, das 9h às 20h, a exposição está patente até dia 25 de Fevereiro. A entrada é livre.

Jantar-tertúlia sobre Vinícius de Moraes

A celebração de uma vida em imagens e palavras

“A vida, os amigos, os amores de Vinícius de Moraes, autor de mais de 400 poesias e cerca de 400 letras de música. A essência criativa do artista e filósofo do quotidiano e as transformações do Rio de Janeiro através de raras imagens de arquivo, entrevistas e interpretação de muitos dos seus clássicos.”

“Com depoimentos comoventes e curiosos de amigos e grandes personalidades brasileiras como Caetano Veloso, Ferreira Gullar, Gilberto Gil, Maria Bethânia, Tônia Carrero, Toquinho, Carlos Lyra, Antônio Candido, Edu Lobo, Francis Hime e Miúcha.”

Exibição do documentário do director Miguel Faria Jr. Uma biografia do Génio Vinícius de Moraes.

Um jantar tertúlia que terá lugar no dia 13, quinta-feira, às 20h sujeita a marcação, passando a sessão a ser aberta ao público a partir das 22h. Apresentação de Danyel Guerra.

no feminino com |RESTAURANTE/CAFÉ | LIVRARIA & PEÇAS DE AUTOR

Praça Carlos Alberto, 89 – 4050–158 Porto – T 22 201 66 18
geral@nofemininocom.pt

CALE-se 5

Começa no próximo sábado, 15 de Janeiro, pelas 22 horas, a quinta edição do “CALE-se” Festival Internacional de Teatro, com a apresentação da comédia “A VINGANÇA DE ANTERO”, a cargo do grupo ULTIMAcTO, de Cem Soldos (Tomar).

Também estará presente na abertura do certame Vítor de Sousa. O actor é a figura escolhida pela organização para patrono da edição de 2011. A celebrar actualmente 45 anos de carreira, a figura, a organização vai prestar uma homenagem pelo contributo ao Teatro nacional.

Há, pois, bons e muitos motivos para ir a Canidelo.

O festival “CALE-se” vai decorrer aos sábados, até 19 de Março, com os espectáculos a iniciar às 22 horas, na Associação Recreativa de Canidelo (Rua do Meiral, 51 – junto ao cruzamento dos 4 Caminhos).

Para mais informações e/ou reservas, contactar pelos telefones 911062216 ou 963697254, ou pelo email: caleestudioteatro@gmail.com

por noticiasdegaia Publicado em Cultura Com as etiquetas

IX Torneio de Futebol 7 Prof. Miranda de Carvalho

Sporting Clube de Coimbrões

Realizou-se nos dias 31 de Dezembro e 1 de Janeiro, o já conhecido Torneio de Futebol “Prof. Miranda de Carvalho”, Futebol 7, no escalão de Infantis, no Estádio Municipal Parque da Cidade.

Este evento insere-se numa aposta de prática desportiva de base, constituindo um dos factores fundamentais do desenvolvimento integral dos jovens futebolistas para a progressão para outros níveis mais elevados da competição. Permite também a divulgação da importância do Futebol de 7 nestas idades e, ao mesmo tempo, reforça a dinâmica dos clubes de Gaia, sem nunca deixar de lembrar o homem e o professor que foi Miranda de Carvalho, que ao desporto gaiense muito deu.

A participar estiveram cerca de 400 jovens atletas referentes a 20 clubes de futebol do município de Vila Nova de Gaia. No plano competitivo foram realizados 60 jogos.

A final disputou-se entre o Sporting Clube de Coimbrões e Clube Desportivo do Candal, que ditou o Sporting Clube de Coimbrões como vencedor do torneio deste ano, com o resultado final de 3-2.

Para o 3º e 4º lugares disputou-se o jogo S C de Arcozelo e Clube Futebol Oliveira Douro, o vencedor foi o S C Arcozelo que venceu por 1-0.

Posto de abastecimento eléctrico inaugurado

Infra-estrutura pioneira no país, localizada na freguesia de Vilar do Andorinho, na Avenida Vasco da Gama, está pronta a receber carros movidos a energia eléctrica

Tal como o NG havia adiantado em Setembro último, Vilar de Andorinho foi a freguesia escolhida para a instalação do primeiro posto de abastecimento de veículos eléctricos em Portugal. Situado na Avenida de Vasco da Gama, o Centro Auto-eléctrico, fruto do protocolo celebrado entre a câmara de Gaia e a empresa Prio Energy, foi inaugurado no último dia 30. A infra-estrutura está equipada com tecnologia inovadora que vem complementar os projectos públicos de carregamento de veículos e estimular a utilização do carro eléctrico.

“A Câmara de Gaia, através do pelouro do Ambiente, assumiu que, no plano interno, iria adoptar um conjunto de práticas na área da sustentabilidade, nomeadamente, na área da mobilidade. Este é mais um passo direccionado para a inovação”, afirmou na ocasião o vice-presidente da autarquia.

Marco António Costa experimentou um dos quarto carros eléctricos que farão parte da frota municipal, ao que referiu que se “está a dar um passo gigante naquilo que é a área de vanguarda”, seguindo-se “outros no sentido do aprofundamento em matéria de sustentabilidade”.

Esta aposta no futuro e em iniciativas ambientais passa igualmente pela construção de parques para usufruto da população, para que Gaia seja o município “com maior rede de parques públicos para utilização colectiva”.

“Assente numa lógica de modernidade do concelho, aliada à melhoria da qualidade de vida dos gaienses, até ao final do mandato, Gaia será mais um exemplo no que diz respeito à quantidade de parques verdes, existentes em espaço urbano”, completou o autarca.

Recorde-se que, há dois anos, em Bruxelas, o concelho assinou o “Pacto de Autarcas”, no qual assumiu o compromisso de reduzir, até 2020, as emissões de gases com efeito de estufa. Nesse sentido, Gaia foi também um dos seis municípios europeus seleccionados para o desenvolvimento do “Plano de Acção para a Sustentabilidade Energética”, no âmbito do Programa Elena. De acordo com Marco António Costa, o primeiro Centro Auto-eléctrico de Portugal simboliza “mais um passo no sentido da concretização do referido Plano”.

MISSÃO SORRISO angaria mais de 650 mil euros

Pelo oitavo ano consecutivo, os portugueses apoiaram de forma solidária mais uma edição da Missão Sorriso, permitindo angariar mais 650 mil euros que vão ajudar a levar sorrisos a milhares de crianças internadas.

Este valor vai reverter para a implementação dos melhores projectos apresentados a concurso nas áreas da pediatria ou obstetrícia de Hospitais Nacionais, de acordo com a necessidade e impacto local. Foram recebidas um total de 22 candidaturas provenientes de hospitais pediátricos, maternidades e hospitais com serviço de pediatria e/ou obstetrícia.

Os portugueses juntaram-se mais uma vez à Missão Sorriso e contribuíram através da aquisição do Cd da Leopoldina, que reúne alguns dos melhores clássicos infantis cantados por reconhecidos artistas nacionais, e ainda ligando para a linha telefónica associada a esta causa.

A votação online nos projectos a concurso foi também entusiástica, tendo sido contabilizados cerca de 190 mil votos. Cabe agora ao júri da Missão Sorriso, constituído por um representante do Alto-Comissariado da Saúde, por um responsável do Continente e por um representante dos médicos, escolher quais os melhores projectos.

Para o director de Marketing do Continente, Miguel Osório, “pelo oitavo ano consecutivo os portugueses juntaram-se à Missão Sorriso e ajudaram a fazer desta iniciativa um verdadeiro sucesso. Um muito obrigado a todos os que contribuíram pela sua solidariedade, apoio e carinho a este projecto que tanto nos orgulha. Sem o seu contributo a Missão Sorriso não seria possível.”

A Missão Sorriso já angariou, desde 2003, cerca de 5 milhões de euros, traduzidos no apoio a 31 unidades de pediatria e hospitais pediátricos e em mais de 1500 equipamentos oferecidos. Estes resultados só são possíveis com a colaboração dos portugueses que todos os anos abraçam esta causa.”



Serviços no centro da cidade

Projecto privado, orçado em 80 milhões de euros, pretende atenuar carências sociais, atraindo turismo e comércio ao centro urbano. Valências ficam completamente prontas durante este ano

Dentro de poucas semanas vai ser inaugurado o ‘Gaiart’s Plaza Centrum’. Este é um centro de serviços que vai reunir num só espaço Hospital Privado de Gaia, hotel de quatro estrelas, health club Solinca, uma Unidade Sénior de Cuidados Continuados, auditório com 700 lugares e ainda um Retail Park. No espaço estão também projectadas áreas de escritórios e uma praça de alimentação, serviços gourmet, áreas de lazer e de apoio aos equipamentos. Paralelamente, estão planeados 1500 lugares de estacionamento, para que o acesso seja mais fácil e cómodo.

Situado a poucos metros da Avenida da República, este equipamento junta infra-estruturas de serviços, cultura e comércio, num importante ponto de confluência da cidade. O ‘Gaiarts Plaza Centrum’ foi pensado para complementar e colmatar as necessidades deste centro urbano com grande nível de autonomia.

Este investimento privado ronda os 80 milhões de euros e permite a criação de 500 postos de trabalho directos e dois mil indirectos.

“Este grande investimento juntamente com muitos outros são factores de potenciação do desenvolvimento económico e social do concelho e para o desemprego”, revelou o vice-presidente da câmara durante uma visita ao local. Marco António Costa salientou ainda que este é um conceito “único e extraordinário”, que junta componentes tão distintas como o lazer, turismo, social e comercial.

Hotelequipamento quatro estrelas com 120 quartos e salas de conferência.

Unidade Séniorequipamento com 90 camas.

Hospital Privado de Gaia – equipamento com 120 quartos que inclui serviços de urgência, blocos operatórios e de partos e cirurgia estética.

Retail Park – lojas de mercado nacional e internacional.

Multiusos – equipamento para receber vários tipos de eventos, incluindo desporto, pequenos concertos, peças de teatro, conferências e colóquios.

Cinco polícias feridos em Gaia

Carrinha embateu num edifício junto à Avenida da República

Cindo polícias ficaram feridos, um dos quais com alguma gravidade, num acidente ocorrido esta sexta-feira de manhã na freguesia de Mafamude.

O incidente teve lugar junto à Avenida da República, quando o veículo que transportava uma equipa de intervenção rápida embateu num edifício.

Ao que tudo indica, o piso molhado e a falha no sistema de travagem da viatura com mais de 14 anos poderão estar na base do acidente.

Os cinco polícias foram assistidos no hospital e nenhum apresenta risco de vida.