Cultura

1º Festival de Curtas Metragens de Valadares

Os alunos da turma 12º D – Grupo das Curtas -,  em conjunto com a Junta de Freguesia de Valadares, vão levar a efeito o 1º Festival de Curtas Metragens de Valadares, no âmbito da disciplina de Área de Projecto 12º ano.

O objectivo do concurso consiste em realizar uma curta-metragem. A participação é restrita aos alunos do 10°, 11° e 12° anos, de todas as escolas secundárias de Vila Nova de Gaia e de Espinho, associações culturais, recreativas e desportivas de Valadares, respeitando a faixa etária dos 15 aos 21 anos.

Os concorrentes interessados deverão preencher uma ficha de inscrição. No caso de alunos do 10º e 11º a ficha de inscrição deve ser entregue ao D.T. correspondente; os alunos do 12º ano aos professores de Área de Projecto; e, no caso de inscrições provenientes das associações culturais, recreativas e desportivas de Valadares, estas serão feitas nas próprias sedes e entregues ao responsável designado.

As inscrições estão abertas até ao dia 29 de Abril de 2010, mediante o pagamento de €1,00 por cada inscrição. O montante angariado reverterá a favor da Associação Protectora da Criança de Valadares.

A curta-metragem pode ser realizada individualmente ou em grupo. O tempo limite de duração da curta é de 2 minutos (mínimo) a 7 minutos (máximo) e terá de ser gravada em formato mp4 ou AVI. Caso contrário, o(s) corrente(s) será(ão) desqualificado(s).

Se o(s) participante(s) preferir(em), a curta poderá ser entregue em suporte DVD, num envelope fechado e identificado com os termos da inscrição.

As temáticas terão de envolver o ‘cineasta António Reis’, ou ‘experiências’ ou ainda ‘jogo’. Obrigatoriamente, deverá conter uma ficha técnica.

As curtas-metragens deverão ser enviadas até ao dia 30 de Abril de 2010 para o email: curtas_metragens@hotmail.com

Será feita uma pré-selecção das curtas-metragens. Se alguma regra for quebrada, a curta poderá não passar à fase seguinte do concurso e, desta forma, não ser exibida no festival.

Nos dias 4 (sexta-feira) e 5 de Junho (sábado) de 2010 as curtas-metragens seleccionadas serão exibidas publicamente no festival no Cine-Teatro Eduardo Brazão e avaliadas por profissionais da área do cinema e da música e alguns elementos da organização do concurso.

O primeiro lugar do pódio receberá uma quantia de 500€, o segundo de 250€ e o terceiro 150€. O prémio será denominado “Prémio António Reis”, em homenagem ao cineasta valadarense.

Anúncios

Sociedade

Bispo do Porto visita freguesia de Canidelo

D. Manuel Clemente foi recebido na Junta de Freguesia no início de uma visita de três dias

A recepção ao bispo da cidade do Porto contou com a presença do presidente de junta, Fernando Andrade, do padre da paróquia, José Maneiro e de algumas dezenas de canidelenses.

Foi Fernando Andrade quem inaugurou a sessão de boas-vindas a D. Manuel Clemente através de um discurso que focou as mudanças de Canidelo ao longo dos anos e o notável crescimento. No entanto, vários foram os problemas referidos pelo presidente nomeadamente o desemprego que se faz sentir e as sucessivas reprovações dos projectos que visam a construção de um lar.

Fernando Andrade falou ainda dos últimos padres que administraram a Igreja Católica da freguesia e lamentou a falta de uma liderança sólida que assegurasse um rumo certo na vertente religiosa.

D. Manuel Clemente falou sobre o crescimento de Canidelo afirmando que este deverá estar sempre aliado ao desenvolvimento dos cidadãos.

O bispo comentou os problemas que a diocese do Porto enfrenta, salientando a falta de seminaristas. Sucintamente, referiu as diferenças que existem no mundo actual relativamente ao passado. No final da intervenção, garantiu que a Igreja estará sempre presente na vida dos cidadãos ainda que essa presença se desenvolva em “termos diferentes”.

No final da sessão solene, o autarca Fernando Andrade apresentou a D. Manuel Clemente a maqueta de construção da nova igreja de Canidelo e os projectos de requalificação da Capela de Sampaio. AR

Sociedade

Arcozelo em festa centenária

100 anos. É a bonita e provecta idade da arcozelense Ana Ferreira.
O executivo da junta não podia deixar passar a data em branco. Nuno Castro Chaves juntou-se à família e celebrou o aniversário com toda a pompa e circunstância que a data merece.
O executivo ofereceu pequenas lembranças à aniversariante, que bem-disposta as acolheu. Claro que aproveitou para ‘passar o testemunho de vida’ e salientar que vive a vida com alegria.
A idade não é impeditiva para Ana Ferreira que religiosamente se mantém informada. Todos os dias gosta de ler os jornais. E quantas notícias não devem ter passado pelos olhos centenários desta arcozelense…

Cultura

Ben Harper no Festival “Marés Vivas”

O festival “Marés Vivas”, que decorrerá nos dias 15,16 e 17 de Julho de 2010, regressa com um dos nomes mais sonantes da panorâmica musical internacional, o norte-americano Ben Harper.

O músico virá a Portugal interpretar músicas do último álbum (desenvolvido em parceria com a banda Relentless 7), White Lies For Dark Times, considerado como um álbum de rock intemporal, com uma colecção de músicas que é crua, estrondosa e emocionante.

O festival de Vila Nova de Gaia decorrerá em Cabedelo, estando o recinto, com capacidade para albergar 25 mil pessoas por dia, situado junto à foz do Rio Douro.

Os bilhetes encontram-se à venda desde o dia 18 de Fevereiro através da Ticketline, CTT, Lojas Fnac, Worten, Agencias Abreu, Bulhosa, Abep, Alvalade, e Breakpoint (em Espanha).

O passe diário custa 25 euros e o passe dos 3 dias corresponde a 45 euros. Se este último for adquirido até dia 15 de Junho, beneficia da redução de cinco euros no valor total, passando a custar 40 euros.

A Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia e a PORTOEVENTOS, promotores do evento, pretendem realizar um dos melhores festivais de música em Portugal e admitem que apostam fortemente no cartaz. O Festival Marés Vivas 2010 ambiciona oferecer um conjunto de espectáculos de grandes artistas de renome mundial e nacional e aposta na diversificação dos espaços de lazer no recinto do evento. CL

por noticiasdegaia Publicado em Cultura

Sociedade

Elvis Presley lança setas de amor em Gaia

Até ao dia 16 de Fevereiro pode casar ao mais ‘alto estilo’ no Cais de Gaia. A iniciativa chama-se Gaia Passion e pretende revigorar o tradicional Dia dos Namorados.

Temos o rei a certificar os casamentos na hora, muito ao estilo de Las Vegas, para os apaixonados que não querem esperar pelo ‘dia de amanhã’. Elvis Presley vem à terra, quer dizer, vem a Gaia para servir de cupido aos mais ousados e enamorados. Quem sabe se consegue ouvi-lo trautear… Can’t Help Falling In Love!!!

O cenário não pode ser mais idílico. Gaia e Porto a servirem de testemunhas de tão importante passo dado na vida…

Para além dos ‘fast-weddinds’, os enamorados podem também encontrar cartomantes, quiromantes, vendedoras de flores, equipas de animadores, fotos e até limousines (não se sabe se com latas atreladas). Tudo a bem do amor…

Mas ainda mais importante é o factor social. A receita destas ‘actividades’ co-organizadas pelo Cais e o Grupo-Spirit revertem inteiramente a favor do Pólo de Gaia da Cruz Vermelha Portuguesa.

Sociedade

Virgin Active abre portas em Gaia

Menezes e Sérgio Silva 'inauguram' Virgin Active

O Virgin Active inaugurou, hoje, o mais recente Health Club & Spa em Gaia. O grupo promete uma forte expansão no segmento de wellness e fitness em Portugal: “O objectivo é chegarmos aos 15/20 espaços Virgin Active.”, adiantou o director da unidade, Sérgio Silva.

O Health Club & Spa permite a criação de 50 a 70 postos de trabalho e representa um investimento de oito milhões de euros na unidade que fica em Santa Marinha, junto à Rotunda Edgar Cardoso.

Este é um dia que “ficará marcado na história da Virgin Active, uma vez que este Health Club & Spa é o primeiro espaço construído de raiz, não só em Portugal como também em toda a Ibéria”, acrescenta Sérgio Silva.

A forte procura de instalações desportivas de qualidade fez com que a Virgin Active decidisse abrir um clube na cidade de Gaia. “O objectivo é melhorar a qualidade de vida de todos os gaienses e contribuir de forma positiva e saudável para a sua felicidade”, reforça Sérgio Silva. O projecto do Health Club Virgin Active Gaia, elaborado pelo atelier Broadway Malyan, dispõe de mais de quatro mil m2 de área total e garante condições únicas para os sócios.

Certo é que, a dois dias da inauguração para sócios, o grupo já tem cerca de 2500 associados que apostam neste novo projecto. O director garante mesmo que, “já na próxima segunda-feira, a cidade vai ser mais divertida, mais saudável e com maior qualidade de vida”.

A inauguração contou com a presença do presidente da câmara, que aproveitou para desafiar o grupo a começar já a pensar na segunda unidade para servir mais alguns dos 350 mil habitantes do município.

Ambiente

Menezes apresenta estratégia ambiental

Município aposta na criação, preservação e promoção de parques verdes e áreas de conservação da natureza e da biodiversidade

No âmbito da celebração do Ano Internacional da Biodiversidade, a autarquia apresentou no Parque de Dunas da Aguda um regulamento único no país.

O presidente do Parque Biológico de Gaia explicou de que se trata estas normas, destacando a importância que este documento tem para Vila Nova de Gaia. Nuno Oliveira elogiou todo o esforço que tem sido feito no que diz respeito à natureza e encara este documento como “um instrumento para acompanhar os projectos do município”.

Mas de que se trata este regulamento? Nuno Oliveira afirma que é “um conjunto de regras, algumas primitivas, que devem ser cumpridas”. Como ponto negativo destacou a não existência de uma guarda-florestal que ajude a proteger as zonas verdes. Aliás, este é um problema nacional e não apenas local.

Luís Filipe Menezes evocou todas as medidas já levadas a cabo pelo executivo de modo a preservar e a criar espaços verdes. O presidente da Câmara considera que conseguir integrar políticas do ambiente em espaços urbanos é difícil mas garante que “Gaia está na linha certa” em termos ambientais.

Para finalizar a sessão, foi colocada, por mãos de Luís Filipe Menezes, a primeira placa de sinalização destas áreas.

O presidente da câmara de Gaia deu ainda a conhecer projectos para o futuro nos quais se destacam a ampliação do Parque da Lavandeira e do Parque Biológico, recuperação da zona ribeirinha do Douro até Avintes, revitalização do Areínho de Avintes e o estabelecimento de um acordo com a empresa Salvador Caetano que irá lançar para o mercado internacional um veículo eléctrico que rivalizará com grandes marcas.

Menezes informou que, até ao final do ano, serão colocados à disposição da população três postos de abastecimento de veículos eléctricos e ainda a entrada em circulação de um veículo deste tipo no centro de Gaia para transportar pessoas. AR

por noticiasdegaia Publicado em Ambiente

Freguesias

Câmara transfere verbas para freguesias

Apoio financeiro é de 2,6 milhões de euros. Recuperação de Vila d’Este vai sair do papel

A câmara de Gaia assinou um protocolo de transferência de verbas com todas as freguesias, no passado sábado. O valor total do apoio financeiro é 2,6 milhões de euros, dinheiro este que a autarquia vai transferir no primeiro semestre de 2010. Apesar da quantia não ter aumentado relativamente ao ano passado, esta é a forma definida pelo executivo autárquico para ajudar a suportar o momento de crise que o país atravessa e que se sente no concelho. Um esforço muito superior ao que aconteceu em 2009, já que se verifica um efectivo corte orçamental do Estado em relação ao município.

O presidente de câmara justifica o protocolo dizendo “que as autarquias e as juntas de freguesia têm um papel fundamental na qualidade de vida dos cidadãos”, mesmo tendo em conta que “as receitas do município em Dezembro baixaram” cerca de 2,8 milhões de euros. “Queremos humildemente dar o exemplo”, salientou Filipe Menezes.

Aproveitando a presença de todos os presidentes de junta, o social-democrata revelou algumas medidas inovadoras da criação de mercado social, bem como o desbloqueio do financiamento para as obras de requalificação de Vila d’Este. No caso da política de habitação, esta nova medida prende-se com a aquisição de prédios devolutos de pequena dimensão que servirão para realojar famílias carenciadas.

Relativamente a Vila d’Este, Menezes prevê que ainda no decorrer desta semana seja assinado o acordo formal que garante o financiamento da recuperação dos edifícios da urbanização de Vilar de Andorinho. O projecto diz respeito à candidatura ao QREN que a autarquia apresentou e que reabilitará 800 casas, envolvendo um investimento de 5,5 milhões de euros.

O presidente da câmara anunciou ainda que pretende, a breve prazo, celebrar com a Administração Central um acordo global para a segurança. Dentro deste pacto estão previstas as construções de raiz das novas esquadras da PSP em Valadares e Canidelo, o posto da GNR de Arcozelo, a instalação de dois corpos especiais ligados à PSP e à GNR (com cedência de terrenos do município), bem como a regularização da videovigilância na zona histórica.

Mais seis casas entregues

À margem da cerimónia, a autarquia entregou chaves de novas habitações a seis famílias que vão agora viver na urbanização D. Manuel Clemente, no Centro Histórico, inaugurada no final de Janeiro.

Estes gaienses voltam assim à freguesia de origem, mas ao contrário do que tinham na altura da saída, desta vez para uma casa condigna. Esta construção representa um investimento de 2,8 milhões de euros, com apenas 36 habitações que agrega funções complementares de estacionamento, pequeno comércio de proximidade e gabinete de apoio social.

De salientar que este empreendimento é o primeiro que beneficia de medidas de valorização do meio ambiente e de construções eco-eficientes, com a introdução de sistemas e soluções inovadoras de isolamento térmico e de optimização dos recursos energéticos. TT

Política

PCP critica desinvestimento em Gaia

Partido adverte que o Orçamento de Estado para 2010 prevê a perda de 94,2% das verbas orçamentadas em relação ao do ano passado

Depois de analisar a situação política actual e como balanço da IX Assembleia da Organização Regional do Porto do PCP, a comissão concelhia do partido em Gaia registou o enorme “desinvestimento, aprofundamento das desigualdades e injustiças” traduzidas pelo orçamento de Estado para 2010 no distrito, principalmente no município gaiense.

“O Grande Porto perde 58% das verbas orçamentadas em 2009 e Vila Nova de Gaia 94,2%. Gaia praticamente desaparece do mapa em matéria de investimento público em sede de PIDDAC”, acusam os comunistas, em nota de imprensa enviada à redacção.

“O orçamento de Estado para 2010 traduz opções de continuidade das políticas que conduziram o país à situação que vivemos: desemprego, baixos salários, precariedade, pobreza e exclusão social. A repartição da riqueza, entre os mais ricos e os mais pobres, piorou para níveis mais graves do que a verificada antes do 25 de Abril”, adiantam.

E acrescentam: “Este é um orçamento negociado à direita, onde fica claramente demonstrado que nas políticas essenciais e determinantes PS, PSD e CDS estão de acordo, apesar das lateralidades retóricas e das divergências pontuais, mais de forma do que de conteúdo”.

O PCP não abdicará de propor em especialidade um conjunto de investimentos que considera fundamentais para o concelho, essencialmente nas áreas da educação, social, saúde, justiça, segurança, mobilidade e rede viária.

Campanha “contra as injustiças”

Porque os trabalhadores e o povo, com a sua luta, podem ter um papel decisivo na derrota ou minimização dos efeitos desta política e na afirmação de um novo rumo de ruptura e mudança”, o PCP traçou uma campanha nacional “contra as injustiças”.

Com arranque no distrito do Porto, a iniciativa desenrola-se este mês e em Março e incide-se no contracto com a população e trabalhadores em 30 locais distintos, três deles em Gaia.

Por fim, de forma a organizar a intervenção e fortalecer a acção política, o PCP gaiense irá realizar, durante o primeiro semestre deste ano, as assembleias de organização e eleição de comissões de freguesia, zona ou local de trabalho na totalidade das organizações de base do partido.

Segunda fase do Metro esquecida

“Depois de declarações recentes de membros do Governo, em que colocavam a hipótese de um adiamento nas obras da segunda fase do Metro, surge agora o Orçamento de Estado que contempla verbas de apenas oito milhões de euros para o troço Dragão-Vendas Novas, sendo omisso em relação a todas as outras linhas entretanto repetidamente anunciadas e publicitadas”, lembra o PCP.

Ou seja: “Fica de fora, pelo menos na proposta, a ligação Santo Ovídio-Vila d´Este, com passagem pelo Hospital Santos Silva”.

“As promessas, o espalhafato do Governo e da Autarquia, aquando da pré-campanha e campanha eleitoral, parecem não ter passado disso mesmo, propaganda, utilização das populações e dos seus anseios para fins eleitorais. O PCP não se conformará com esta situação, intervirá nas instituições e fora delas, contra o adiamento do alargamento da linha de Metro”, conclui-se.

Freguesia

Oliveira do Douro abençoada pelo bispo

Começa a ser habitual a presença do Bispo do Porto em Gaia. Depois de associar o nome à mais recente urbanização social, no Centro Histórico, D. Manuel Clemente esteve durante três dias de visita à freguesia de Oliveira do Douro.

Recebido pelo presidente de junta, o representante da igreja ficou a conhecer as características e a história da freguesia, que actualmente tem cerca de 20 mil pessoas recenseadas. Instituída freguesia a 2 de Fevereiro de 1836, Oliveira do Douro sempre teve características rurais, mas pela procura e localização tem verificado uma transformação bem vincada. Hoje, a ruralidade deu lugar à urbanidade em grande parte do território.

O novo presidente da junta pretende para este ano a conclusão do Lar de Idosos, criar condições para o alargamento de cemitério, bem como requalificar alguns espaços públicos. De salientar que estão a ser construídos dois lares, um deles proposto pela junta e outro pela paróquia local e que servirão para colmatar uma carência efectiva dos oliveirenses.

Segundo Dário Silva, “estamos convencidos que, em articulação com todas as instituições, podemos construir um futuro cada vez melhor para a freguesia de Oliveira do Douro”, lutando sempre contra os problemas efectivos da comunidade e em especial no combate à exclusão social.

O vice-presidente da câmara aproveitou a visita do bispo para anunciar obras que já estão a ser projectadas para a freguesia. “A câmara tem procurado acompanhar um conjunto de investimentos para as cerca de 30 mil pessoas que aqui habitam”, revelou Marco António Costa. Por exemplo, na reabilitação de bairros sociais, com a construção de novas habitações, assim como na modernização do parque escolar, salientando o investimento que está a ser feito com a construção do Campus da Lavandeira. Mas, “mais do que o investimento físico que está a ser feito, o que faz a diferença são as pessoas que integram a rede de serviços que anónima e voluntariamente trabalham no concelho”, enalteceu o social-democrata.

D. Manuel Clemente explicou que para além de ficar a conhecer melhor a freguesia e respectivas instituições, esta visita visa aproximar a igreja à comunidade. “Se todos colaborarmos, podemos contribuir da melhor forma para o desenvolvimento das instituições”, revelou o bispo. No primeiro dia, o clérigo visitou o Centro de Dia Manuel Arménio Braga, o Centro de Saúde e a esquadra da PSP.

Seguem-se outras freguesias em Gaia com visita abençoada do bispo. Dentro de dias D. Manuel Clemente vai conhecer Canidelo. TT/PC

Freguesia

Afurada homenageia padre Joaquim Araújo

Cerimónia de tributo ao pároco levou dezenas de afuradenses ao salão nobre da junta

Populares visivelmente satisfeitos com homenagem ao pároco

9 de Fevereiro de 2010. Precisamente no dia em que se celebrou o 58º aniversário da elevação da Afurada a freguesia, uma das figuras mais importantes da terra foi homenageada através da inauguração de um busto localizado no largo da junta.

O padre Joaquim Araújo é uma figura importante e respeitada pelos afuradenses. A elevação da Afurada a freguesia, tanto canónica como civil, deve-se a ele que foi muito mais do que um homem religioso. Joaquim Araújo foi uma figura humanista que sempre lutou pelos interesses do povo da localidade. A construção do bairro dos Pescadores bem como do posto da PSP são outros exemplos do seu esforço.

O presidente da junta, Eduardo Matos, e o vice-presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, Marco António Costa, inauguraram a estátua esculpida por Margarida Santos perante o olhar emocionado de inúmeros afuradenses.

Após a inauguração, deu-se início à cerimónia de homenagem. O presidente da Assembleia da Junta de Freguesia da Afurada, Ricardo Ferreira Organista, foi o primeiro a falar e centrou o discurso na história da terra e na importância que o homenageado teve naquele local. Terminou a intervenção com a apresentação de um vídeo sobre a Afurada e que contou, de forma resumida, a história do Padre Joaquim de Araújo.

Marco António Costa escuta solicitação da residente

Seguiu-se Manuel Cunha, amigo do Padre, que se comoveu várias vezes ao longo do discurso, enquanto falava das batalhas que o homenageado teve de travar durante a ‘passagem’ pela freguesia.

Eduardo Matos também deu o contributo à cerimónia evocando o padre e todo o trabalho que desenvolveu na Afurada. Aproveitou a presença de Marco António e fez um pedido: uma associação com a junta de freguesia para se fazer uma homenagem aos ‘bacalhoeiros’. O tributo será semelhante à do pároco, colocando também um monumento alusivo à pesca do bacalhau no centro cívico.

Este pedido foi prontamente aceite por Marco Costa que deu ainda a conhecer projectos futuros para a Afurada tais como a construção da marina Afurada/Canidelo, a criação da sede do Rancho Folclórico e a construção do novo Mercado da Afurada. AR