Escola do Cadavão renovada

“As carteiras estavam marcadas pelos punhos das crianças que aqui estudaram” desde 1986. Esta foi a forma encontrada pela representante da associação de pais, Carla Ribeiro, para descrever o passado. Estavam, não estão mais. A Escola Básica do 1º Ciclo e Jardim-de-infância de Cadavão, na freguesia de Vilar do Paraíso, acaba de ver inauguradas as novas instalações. Fachadas pintadas, carteiras a estrear e recreio novo tudo em prol das crianças que ali aprendem.

Foi um sonho tornado realidade e que, apesar do tempo que demorou a concretizar, valeu a pena. A demora prendeu-se com o valor do projecto que ascendeu aos 200 mil euros. Estas novas valências permitiram também separar as crianças que ali estão, já que a obra implicou a ampliação do edifício para albergar um jardim-de-infância autónomo.

A acompanhar o presidente da câmara municipal esteve Elísio Pinto, o presidente da junta. Visivelmente satisfeito, o líder vilarense salientou a política educativa da câmara sublinhando que “Vila Nova de Gaia é uma luz onde muitos municípios e até o poder central vem ‘beber’ por aquilo que se faz na área da educação”, referindo-se, por exemplo, aos manuais gratuitos e ao investimento nas refeições escolares.

Mas Elísio Pinto não se ficou por aqui. Aproveitando a presença de Filipe Menezes, o autarca recordou o projecto do Campus Escolar que ainda não arrancou devido à paragem de investimentos públicos. “Estamos em condições para ter a cidade educativa na freguesia com a construção do campus escolar”, esclareceu Elísio Pinto.

O Parque dos Sentidos foi apresentado pelo executivo camarário em Outubro de 2009. Este será um espaço intergeracional, situado na zona a sul do Parque de São Caetano, e que vai engloba um campus escolar, um hotel sénior, parque residencial e um pólo escolar. Este projecto, da autoria do arquitecto Joaquim Massena, implica um investimento de 10 milhões de euros. O hotel sénior e o parque residencial são investimentos privados.

Anúncios

SIM OU SOPAS

Na última sexta-feira, Perosinho melhorou a qualidade de vida dos fregueses. Organizou o ‘Sim ou Sopas’. Esta iniciativa pretendeu dar a conhecer os ‘ingredientes’ para uma alimentação saudável. A comunidade não se fez rogada e encheu o salão do rancho folclórico. Ao todo cerca de 300 pessoas experimentaram um jantar diferente com animação.

Mas a iniciativa tinha outro ‘ingrediente’ importante… uma vertente social. As receitas angariadas revertiam para a Comissão Sócio-Caritativa.

O rancho cedeu a ‘casa’ e, como bom anfitrião confeccionou petiscos (saudáveis) e bebidas. As sopas e as sobremesas foram pensadas ao pormenor pela organização.

Para ‘abrilhantar’ a noite, a Associação Recreativa de Perosinho apresentou um programa recheado de humor, canções e dança.

A noite arrecadou mais de 530 euros para a Comissão Sócio-Caritativa.

O presidente da Junta de Freguesia de Perosinho, Ramos Pais, enalteceu o evento, salientando que “concretizámos bons hábitos alimentares, convívio e solidariedade social”. Mais um exemplo de coesão social que juntou com o mesmo intuito junta, rancho, associação recreativa, escolas, centro social e comércio local.

Decisões e Soluções reforça presença em Gaia

A Decisões e Soluções, empresa de consultadoria financeira especialista no aconselhamento personalizado em operações de crédito bancário e seguros, reforça a presença no norte do país, com a inauguração de mais uma agência em Vila Nova de Gaia – Soares dos Reis.

“A abertura de mais uma agência em Vila Nova de Gaia – Soares dos Reis – demonstra a crescente importância e necessidade da população em ter um serviço de aconselhamento personalizado da Decisões e Soluções. Com a abertura de novas agências pretendemos fortificar a nossa presença nesta zona do país e aproximar-nos ainda mais dos nossos clientes e da população em geral”, afirma o director Geral da Decisões e Soluções, Paulo Abrantes.

Para o director da Agência de Vila Nova de Gaia – Soares dos Reis, Jorge Carvalho, “A Agência da Decisões e Solução de Gaia – Soares dos Reis, tem como objectivo proporcionar um aconselhamento personalizado em todo o tipo de financiamentos e seguros, a um número cada vez maior de pessoas e empresas. Temos o objectivo de conseguir com que cada vez mais clientes beneficiem dos serviços de um Consultor Financeiro, o que lhes garante a obtenção das melhores condições possíveis em cada momento e em função de cada necessidade individual. Queremos ser vistos como os conselheiros ideais em todos processo de decisão relacionados com a aquisição, contratação ou subscrição dos vários tipos de produtos Financeiros e Seguros”.

Constituída em Outubro de 2003, a Decisões e Soluções conta actualmente com uma vasta rede de agências em todo o território nacional (mais de 100 agências e mais de 900 profissionais) que prestam aconselhamento financeiro, a particulares e empresas, em operações de crédito bancário e seguros. Com quase sete anos de existência, a Decisões e Soluções é indiscutivelmente a maior rede de consultadoria financeira do país.

25.º aniversário

UM QUARTO DE SÉCULO! Aqui estão as Bodas de Prata! O Notícias de Gaia celebra o 25.º aniversário de actividade ininterrupta no concelho.

Leia os depoimentos de quem acompanhou o projecto desde a primeira hora, bem como as palavras de incentivo das pessoas que connosco interagem diariamente.

Este é, porventura, o primeiro número dos próximos, pelo menos, 25 anos que se avizinham

Simone de Oliveira esteve no Auditório de Gulpilhares

Um dos maiores ícones artísticos nacionais esteve no Auditório de Gulpilhares, no passado sábado. Falamos de Simone de Oliveira. A artista esteve presente na festa de aniversário de Casimira Lourenço, uma “cidadã de Gulpilhares, que gosta de cantar” e que deu aos convidados o presente de verem e ouvirem Simone de Oliveira. A artista encantou com alguns dos maiores sucessos de 52 anos de carreira, acompanhada pelo maestro e compositor Nuno Feist.

Mal entrou em palco, Simone de Oliveira arrecadou um mar de aplausos. A presença é inconfundível, o talento, de mais de cinco décadas, é incontestável, a força em ultrapassar as partidas mais traiçoeiras que a vida já lhe pregou é inigualável.

Simone de Oliveira realizou o sonho de Casimira Lourenço ao estar presente na festa do 40.º aniversário. “Sabia que a Mira tinha este sonho, e concretizar um pequeno sonho é tão fácil. É só estender a mão sem querer receber nada em troca”, disse a artista.

Simone de Oliveira falou das memórias dos 52 anos de carreira e do que lhe vai ficar na memória deste concerto intimista e familiar que deu em Gulpilhares: “Um público óptimo, o Coral de Gulpilhares é muito bom e a Mira canta muito bem. Às vezes canso-me de ouvir pessoas a cantar mal”.

No próximo ano a artista vai lançar um novo disco, e os admiradores vão poder voltar a vê-la na RTP numa série cómica. Em relação ao Norte, Simone de Oliveira está disponível para vir fazer teatro ou concertos: “Quando quiserem que eu venha fazer uma peça de teatro ou um concerto é só chamarem-me que eu venho”.

Foi com emoção que Casimira Lourenço e os gaienses se despediram de Simone de Oliveira, mas com muita vontade de voltarem a vê-la em Gulpilhares.

Casimira Lourenço intitula-se como sendo uma “cidadã de Gulpilhares que gosta de cantar” e no 40.º aniversário ofereceu um espectáculo aos familiares e amigos, que contou com a presença de Simone de Oliveira, que tanto admira, e do maestro e amigo Nuno Feist. Ao longo de 20 anos, Casimira tem actuado com o marido e com o irmão em festas privadas, e tem sido presença assídua nas passagens de ano do Casino de Espinho. Na festa de aniversário partilhou com os convidados o que mais gosta de fazer, que é cantar, partilhou momentos de dança, protagonizados por amigos, e partilhou ainda a actuação do Grupo Coral de Gulpilhares, o qual também integra.

“Tenho muita sorte de ter os amigos que tenho, porque só com eles isto foi possível”, confessou emocionada. “Não me considero artista, gosto de cantar, já canto há 20 anos. Hoje estava nervosa, porque é muito difícil cantar para amigos e ter ainda a Simone, as produtoras e o maestro Nuno Feist na plateia”, acrescentou.

Desfolhada anima Mafamude

Pela primeira vez, a Escola Secundária António Sérgio recebeu a ‘Tradicional Desfolhada’. Até então, o mítico Largo Estêvão Torres enchia para relembrar aos mais velhos e mostrar aos mais novos as antigas desfolhadas.

Recentemente remodelada, a escola configura agora um dos locais privilegiados para receber iniciativas semelhantes. E a população não se fez gorada. Aderiu em força e confraternizou em volta das actividades típicas. Dezenas de pessoas assistiram ao desfolhar e até deram uma ‘ajudinha’. No final, depois de alimentar a alma, os participantes e assistência alimentaram e aqueceram o corpo. Uma malga de ‘doce de uva’ a acompanhar a castanha…

O presidente da junta de Mafamude esteve presente, como é aliás habitual, e mostrou-se bastante satisfeito com o sucesso do evento. “Nós sabemos que não é fácil organizar este tipo de eventos numa freguesia urbana, já que não tem características rurais associadas”, explicou Fernando Vieira, “ainda assim nós apostámos nele”.

A desfolhada foi organizada pela Junta de Freguesia de Mafamude e contou com a colaboração do Grupo Folclórico de Danças e Cantares de Mafamude. Para além de todo o executivo da junta, também as vereadoras Amélia Traça, Mercês Ferreira e Veneranda Carneiro assistiram à desfolhada.

Festa da Francesinha em Avintes

Na próxima sexta feira, 29 de Outubro, o Centro Mário Mendes da Costa vai receber a tradicional Festa da Francesinha.

Este evento insere-se na campanha de angariação de fundos destinados à aquisição de uma nova viatura para a instituição. Este será um veículo dotado de equipamentos especiais para o transporte de idosos de reduzida ou nula mobilidade. De recordar que o Centro Mário Mendes da Costa envolve um Centro de dia e o ATL dos seis aos 12 anos.

O preço é simbólico e convidativo: francesinha e bebida por apenas cinco euros. Para acompanhar, há o karaoke pela noite dentro. Entre as 19h00 e as 23h30, Avintes espera por si… por uma boa causa.

Feira Mística assinala o Halloween

Gaia vai celebrar o Halloween, ou Dia das Bruxas, com toda a distinção. Na noite de 31 de Outubro para 1 de Novembro o Cais de Gaia vai receber a 1.ª Feira Mística, dedicada ao oculto.

Cartomantes, videntes, bruxos e demonstrações de medicinas alternativas vão estar na beira-rio, nos dias 29, 30 e 31 deste mês, acompanhados de animação de rua e actividades ‘assustadoras’, como o Túnel do Terror e a Noite de Halloween.

A entrada é gratuita.

V Encontro de Bandas no Auditório de Gaia

Entre 22 e 25 de Outubro, fim-de-semana ao qual se se junta a data de 29 do mesmo mês, celebrar-se-á o V Encontro de Bandas, no Auditório Municipal de Gaia, numa iniciativa da direcção daquele equipamento, com o apoio do Pelouro da Cultura do Município de Gaia e pela Gaianima. Ao todo, são quatro bandas filarmónicas do concelho com historial, com vastos e populares repertórios.

Preços: 3 euros (público em geral); 2 euros (Passaporte Cultural de Gaia)

Dia 22 V Encontro de Bandas – Gaia 2010 | 21h45 | Sociedade Musical 1º de Agosto

Dia 23V Encontro de Bandas – Gaia 2010 | 21h45 | Sociedade Filarmónica de Crestuma

Dia 24V Encontro de Bandas – Gaia 2010 | 16h00 | ACMA – Associação Cultural e Musical de Avintes

Dia 29 V Encontro de Bandas – Gaia 2010 | 21h45 | Banda Musical Leverense

SEMINÁRIO – POBREZA: QUE PRESENTE? QUE FUTURO?

No âmbito do Ano Europeu de Luta Contra a Pobreza e Contra a Exclusão Social, a AMI irá realizar um seminário subordinado ao tema “Pobreza: Que Presente? Que Futuro?”, no próximo dia 25 de Novembro, que decorrerá no Auditório do Parque Biológico de Gaia.

O seminário será constituído por quatro mesas redondas, que versarão temas sobre a “Conceptualização da Pobreza e da Exclusão Social”, as “Crianças e Jovens – Que Berços, Que Destinos?”, a “Vida Adulta – Que Sonhos, Que Realidades e Que Oportunidades?” e sobre o(a)s “Seniores – Que Memórias, Que experiências? Que Mais Valias?”.

A pobreza e a exclusão social têm uma dimensão global e multifacetada. Pretendemos com esta iniciativa promover um diálogo aberto e esclarecedor, que nos conduza a uma acção prática inovadora e geradora de uma mudança pela positiva.

Inscrição: 10€ – Público em Geral/ 5€ – Estudantes Forma de Pagamento: Poderá ser efectuado por transferência bancária, cheque à ordem da Fundação AMI. Solicita-se o envio da inscrição com o comprovativo do pagamento.

Enviar Ficha de Inscrição para: Fundação AMI – Acção Social/ Rua José do Patrocínio, n.º 49, 1959-003 Lisboa

Pessoa de Contacto: Ana Gonçalves / Telefone: 21 836 21 00 / Fax: 21 836 21 99 / E-mail: ana.goncalves@ami.org.pt

25 anos…

25 de Outubro 2010. Faz hoje 25 anos que, pela primeira vez, o Notícias de Gaia saiu para as bancas.

Um quarto de século depois, apesar de algumas contrariedades, aqui estamos nós. A acreditar que ainda é possível fazer-se jornalismo de qualidade e isento. Um jornalismo de proximidade regional, tratando o leitor com respeito, ouvindo as preocupações e ansiedades, mas responsabilizando-o socialmente.

A equipa do NG agradece a todos os que fazem ou fizeram parte deste império e espera continuar a merecer a confiança.

Hoje, como é um dia especial, apresentamos a nova imagem… esperemos que goste! O grande responsável pela mudança é Ricardo Martins! Um agradecimento especial pelo carinho com que tratou a nossa imagem!

Ficamos à espera da vossa opinião!

Falta um dia…

É já amanhã que celebramos 25 anos de existência… Bodas de Prata!!! Quem diria…

Queremos saber o que pensa… dos nossos 25 anos… do que mais gosta do Notícias de Gaia… do que pretende ler no nosso jornal… destes 25 anos… da imprensa regional… enfim…

Temas há muitos… falta só a sua opinião!!!

Obrigado por nos acompanhar neste já longo percurso!!!!

“Fusão de empresas municipais não basta”

Comunistas reagem em comunicado à opção da câmara municipal

A recente medida de Luís Filipe Menezes em diminuir o número de empresas municipais mereceu uma especial atenção dos comunistas de Gaia.

Salientam que desde o primeiro mandato social-democrata se “iniciou um processo de uma exagerada proliferação de empresas municipais, que significaram uma evitável fonte de despesas, e que na prática retirou do escrutínio democrático a gestão de importantes áreas da actividade municipal, relegando os órgãos eleitos a uma mera acção ratificadora e acrítica”.

Por isso mesmo, “o recente anúncio da fusão de várias empresas municipais, e consequente redução do seu número, embora comprove a justeza das críticas da CDU quanto ao despesismo que durante anos lesou o erário público em “vários milhões de euros”, não vai resolver o cerne da questão, pois a sua actuação continuará a manter-se fora do controlo democrático que deve ser exercido pelos órgãos eleitos, não sendo ainda claro o que significa exactamente esta nova configuração”, ressalvam.

Por fim, a CDU exige “um debate na Assembleia Municipal que permita clarificar o real alcance das medidas agora anunciadas”.

Colégio dos Carvalhos venceu Egg Parade

 

Entrega dos prémios com a presença de Mário Dorminsky, vereador da Cultura de Vila Nova de Gaia

 

O Colégio Internato dos Carvalhos venceu, pela segunda vez em três edições, o prémio Egg Parade 2010, realizado no município de Gaia pelo Pelouro da Cultura.

“Vivendo os valores” é o nome do ovo gigante vencedor, seguido pelo “Magic Egg”, do Colégio do Sardão. Em terceiro lugar ficou “Ovo D’Ouro no País das Maravilhas”, do Agrupamento Vertical de Escolas de Oliveira do Douro – EB 2/3 Escultor António Fernandes de Sá.

Nota de relevo ainda para as menções honrosas entregues aos alunos de EB 2/3 da Madalena e do Agrupamento Dr. Costa Matos. Esta iniciativa alargou-se a todas as escolas do Ensino Básico do concelho, abrangendo largos milhares de crianças.

Menezes quer fundir empresas municipais

Gaianima é a única que mantém estatuto actual. Águas de Gaia junta-se com Parque Biológico e a Gaiurb vai aglutinar GaiaSocial, Amigaia e Cidade Gaia-SRU

Apenas três empresas municipais vão existir em Gaia dentro de dois meses. A medida que a autarquia quer implementar serve para “racionalizar os custos” existentes. “Esta é talvez a primeira câmara do país a dar o exemplo”, salientou o presidente da câmara. Esta acção vai ter efeitos imediatos, nomeadamente no número de administradores, que vai diminuir significativamente (dos 23 passar para apenas 9), assim como respectivos assessores e até automóveis.

A expectativa de Menezes é que esta medida signifique alguns milhões de euros, no mínimo que equilibre o corte que a autarquia vai sofrer no que concerne à transferência de verbas do Estado.

Segundo a proposta do autarca, uma grande empresa municipal virada para o ambiente deve nascer com a fusão do Parque Biológico na Águas de Gaia. A outra incorporação prevê a inclusão da GaiaSocial, Cidade Gaia-SRU e Amigaia na Gaiurb. A Gaianima é a única que permanece intacta e continua responsável pelo estabelecimento, gestão e exploração dos equipamentos públicos municipais.

Importante para a autarquia é assegurar os postos de trabalho existentes, com vínculo efectivo de trabalho, e a garantia de direitos e regalias dos funcionários em caso de transferência para as novas empresas.

A par desta medida de fusão, a autarquia também pretende reduzir em cerca de 30% o número de horas extraordinárias e não vai adquirir novas viaturas até 2013. Mais: “Vamos sair de situações abusivas de financiamento dos serviços públicos a cargo do Estado”, revelou Menezes, referindo-se, por exemplo, ao apoio financeiro dado à Comissão de Protecção de Menores ou à gestão que fazem dos equipamentos das EB 2/3 do município.

Norte a horas de pagar nas SCUT

População e empresas de Gaia vão pagar já amanhã. Medida governamental, apoiada pelo PSD nacional, coloca em pratica a máxima do utilizador/pagador

O pagamento nas SCUT arranca já à meia-noite para descontentamento geral da população do Norte do país. A providência cautelar interposta pelos autarcas do Vale do Sousa e da Maia e aceite pelo tribunal não teve efeitos suspensivos imediatos e o Governo já alegou interesse público nesta cobrança de utilizador/pagador.

Assim sendo, a cobrança de portagens vai efectuar-se nas SCUT do Grande Porto, Costa de Prata e Norte Litoral, ficando as restantes do país – Algarve, Beira Interior, Interior Norte, Beiras Litoral e Alta para 15 de Abril do próximo ano.

Perante este cenário, a comissão de utentes contra as portagens nas SCUT diz que “o programa de luta é para continuar”, até porque não há alternativas às auto-estradas agora portajadas, uma vez que a maioria das vias nacionais se tornaram em estradas municipais. Para agravar a situação, “ falta informação disponibilizada aos utentes” e “existem poucos postos de venda dos identificadores para as SCUT”, o que origina enormes filas à porta dos locais existentes. Recorde-se que são quatro os locais de venda dos dispositivos, nomeadamente uma loja no Porto, na área de serviço Trofa/Santo Tirso na A3, em Santa Maria da Feira e em Aveiro.

Ainda no rol de críticas dirigidas ao Governo, a maioria dos municípios abrangidos por esta decisão governamental, que teve o aval nacional do PSD, está o diferente tratamento regional sobre esta matéria, uma vez que o pagamento não arranca ao mesmo tempo em todas as SCUT do país.

Isenções e descontos

Com o início do pagamento nas SCUT, Gaia passa a ser um dos concelhos afectados por esta medida. Com a A29 a atravessar o concelho e a servir de saída para Sul, os munícipes e as empresas terão de dispensar mais dinheiro, diariamente, para os cofres do Estado.

Todavia, para já, o Governo estabeleceu isenções e descontos. Ou seja, a população e as empresas do concelho sediadas a 10 quilómetros da A29 não pagarão as dez primeiras passagens do mês e as restantes terão um desconto de 15%. Para tal, os veículos têm de estar munidos de Via Verde ou do Dispositivo Electrónico de Matrícula.

Registo para o facto de estas isenções e descontos vigorarem apenas até 1 de Julho de 2012, pois a partir desta data apenas serão aplicados nas SCUT que sirvam regiões mais desfavorecidas, tendo em conta o índice de disparidade do PIB per capita regional (menos de 80% da média) em relação ao PIB capita nacional.

Maior foguete do mundo foi um fiasco

Centenas de pessoas ficaram desanimadas com o evento, depois de elevarem as expectativas para o momento registado no Guiness

Ao contrário do que seria esperado, o lançamento do maior foguete do mundo foi um total desalento para as centenas de pessoas que marcaram presença nas margens junto à foz do rio Douro. Três canas de sete metros e 13 quilos, medido e registado pelo Guiness, não convenceu quem quis testemunhar o momento.

Passavam poucos minutos das 21h00 ontem, quando do lado do Porto se ouviu que iriam ser lançados dois foguetes: “o primeiro sem nenhuma novidade e o segundo o maior do mundo, de forma a se perceber a diferença”. Todavia, para o comum cidadão, pouco ou nada os distinguiu.

Perante a enorme expectativa criada, o desânimo foi total, valendo apenas aos presentes o céu limpo e o bonito luar como cenário aprazível! A este momento seguiu-se um curto espectáculo pirotécnico, em que a base de lançamento dos projécteis se localizava novamente em terrenos de Canidelo.

Nota para o facto de a responsabilidade do evento ter estado a cargo da Associação Nacional de Empresas de Produtos Explosivos, no âmbito da organização do 12.º Simpósio Internacional de Fogo-de-Artifício, que decorre no Porto, entre os dias 11 e 15 deste mês.

Apesar de tudo, o livro de recordes americano certificou este como sendo o maior foguete do mundo, projectado a mais de 80 metros. Se um pouco ou nenhum efeito visual e auditivo desperta nas pessoas, espera-se que um dia sejam lançados muitos ao mesmo tempo, de forma a que todos fiquem realmente de boca aberta a olhar para o céu.

À margem desta efeméride para certificação do Guiness, resta dizer que o rio Douro, concretamente junto ao Cais de Gaia, recebe ao longo desta semana vários espectáculos pirotécnicos, com criações de Portugal, Espanha e Itália.

Programa: Dia 14 de Outubro Quinta-feira – Fogo-de-artifício no rio Douro (21h30) – Ribeiras do Porto e Gaia | Dia 15 de Outubro Sexta-feira – Fogo-de-artifício no rio Douro (23h30) – Ribeiras do Porto e Gaia

Moradores da Escarpa da Serra realojados

Mais oito famílias deixaram a Escarpa da Serra do Pilar e vão agora morar para a urbanização social D. Manuel Clemente, no centro histórico de Gaia.

Esta manhã, o vice-presidente da câmara de Gaia e o administrador da Gaiasocial entregaram as chaves que permitem a estas famílias viverem agora “sem risco de segurança”.

Com esta iniciativa “estamos salvaguardar a integridade física e a segurança das pessoas da escarpa”, afirmou Marco António Costa. E estes realojamentos foram pensados cuidadosamente, quer do “ponto de vista do conforto quer da segurança”. O importante é garantir que estas famílias iniciem “uma nova fase das suas vidas, sem receio do risco de insegurança iminente na escarpa da Serra do Pilar”.

A autarquia manteve estas famílias na freguesia de origem contribuindo para a manutenção de laços de amizade e de família que criaram ao longo dos anos em que viveram na escarpa da serra.

As casas agora abandonadas da Serra do Pilar por estas oito famílias já foram demolidas.

Ramos Horta passou por Gaia

O Presidente da República de Timor-Leste e Prémio Nobel da Paz em 1996 esteve no nosso país, numa visita ao município de Paredes. Pelo caminho passou por Gaia, onde foi recebido pelo presidente da câmara de Gaia, Luís Filipe Menezes.

O autarca local ofereceu uma lembrança institucional a Ramos Horta, sublinhando “as excelentes relações diplomáticas entre Gaia e Timor-Leste e o apreço do município por uma das personalidades mais relevantes do processo de autodeterminação do povo maubere”.

Nesta viagem a Portugal, presidente timorense fez-se acompanhar pelo bispo D. Ximenes Belo.