Passo a Passo a luz ao fim do túnel fica mais próxima

Associação Abraço e Instituto da Droga e
Toxicodependência patrocinam um
projecto instalado em Gaia. Objectivo é
potenciar uma nova oportunidade de vida
a consumidores de substâncias
psicoactivas, ilegais ou legais, em
tratamento ou abstinentes…. veja mais aqui

Anúncios

Centro Cultural de Gaia estará em causa?

Empresa responsável pelo projecto entrou com processo de insolvência. Equipamento deveria estar concluído em Agosto de 2009

Assinatura entre câmara de Gaia e Novopca, Janeiro 2007

A Novopca assinou com a câmara de Gaia, no final de Janeiro de 2007, a escritura pública do Centro Cultural de Gaia.

Esta assinatura dizia respeito ao concurso internacional para a concepção, construção e exploração deste equipamento municipal, envolvendo um investimento privado para o Centro Histórico superior a 25 milhões de euros.

Na cerimónia, o presidente da câmara de Gaia referiu-se ao projecto como um meio dinamizador “muito agressivo no Centro Histórico, o que por si só vai atrair mais investimento e mais potencialidades económicas”. Uma espécie de “rive gauch” da Área Metropolitana do Porto, segundo Luís Filipe Menezes.

Porém, quase dois anos após a data prevista de conclusão, o equipamento não está ainda pronto. Visivelmente atrasado até com muito pouca movimentação.

Para piorar, no dia 19 deste mês, a Novopca – Construtores Associados, S.A terá dado entrada no Tribunal de Vila Nova de Famalicão com um pedido abertura de processo de insolvência com pedido de recuperação da empresa. A confirmar-se esta situação, possivelmente, o projecto do Centro Cultural deverá sofrer alterações.

A empresa previa que a obra que iria reconstruir os antigos armazéns da Real Companhia Velha estaria concluída em Agosto de 2009. Questionado sobre esta obra, o vereador do pelouro da Cultura, Mário Dorminsky, diz que “desconhece por completo” a evolução do projecto.

O Centro Cultural de Gaia – pelo menos a fachada que existe hoje – está localizado no coração da beira-rio, um local privilegiado do município e com um potencial turística imenso.

O projecto envolve uma intervenção em cerca de oito mil metros quadrados, de solo, ascendendo uma área de construção final aos dezasseis mil metros quadrados de área bruta acima do solo. Inclui um auditório e salas de cinema, espaços de ensino, como escolas de arte, como pintura, dança, canto, moda e design, espaços comerciais temáticos, uma praça coberta e espaços musicais temáticos.

Com esta paragem, o municipio continuará sem um equipamento cultural digno que consiga albergar um evento de maiores dimensões.

SchoolHouse Gaia organiza jantar de solidariedade

No próximo dia 30 de Abril a EducaçãoTotal/SchoolHouse Gaia organiza o jantar de solidariedade para ajudar o projeto “Ajuda-me a Sorrir Mãe”.

Este jantar, que terá lugar às 20 horas na Quinta da Boucinha, visa a angariação de diversos tipos de apoio para as crianças desfavorecidas de Moçambique ao mesmo tempo que celebra o 6ª aniversário da EducaçãoTotal – Escola de Apoio Pedagógico e a inauguração da SchoolHouse Gaia – Escola de Formação Profissional e Escola de Línguas.

O projeto “Ajuda-me a Sorrir Mãe”, iniciado pela Embaixatriz de Moçambique em Portugal, Dra. Glória Mkaima, é apoiado pela SchoolHouse (SH) desde o seu início e o contributo para esta causa tem sido notório graças às iniciativas das diversas unidades SH do País.

Uma vez mais o objetivo é a angariação de vários tipos de apoio para Moçambique reunindo donativos monetários, roupa e material escolar que possa ser entregue a instituições e escolas moçambicanas de forma a proporcionar uma vida melhor a inúmeras crianças.

Para esta iniciativa a EducaçãoTotal/SchoolHouse Gaia conta com o envolvimento de toda a comunidade, por isso, o jantar é aberto a todos quantos quiserem contribuir para esta causa nobre devendo, para tal, inscrever-se na secretaria da EducaçãoTotal/SH Gaia até dia 21 de Abril.

Para além da contribuição dada no jantar, decorrerá a campanha “Um Sorriso para Moçambique” para angariação de livros escolares e infantis, brinquedos e roupa de criança. A entrega destes bens poderá ser feita nas instalações da EducaçãoTotal/SH Gaia ou em qualquer escola de 1º ciclo de Vila Nova de Gaia, graças ao apoio de Rui Canêdo, Diretor do Departamento M.A.I. Pedagógico.

Para além da presença dos colaboradores, formadores, formandos da SchoolHouse Gaia e seus familiares, esta causa conta já com a participação confirmada de diversas entidades oficiais como o representante do Consolado da Embaixada de Moçambique no Porto, Filipe Menezes, presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia e o seu Adjunto, António Barbosa, Rui Canêdo, Diretor do Departamento M.A.I. Pedagógico, Dário Silva, Presidente da Junta de Freguesia de Oliveira do Douro, Manuel Monteiro, Presidente da Junta de Freguesia de Vilar Andorinho, Pedro Santiago e Luís Ferreira da SchoolHouse Master, representantes locais das autoridades policiais e bombeiros, da Gaianima e GaiaSocial, Presidentes das Associações de Pais e dos Agrupamentos de Escolas, entre outros.

Esta é a fórmula encontrada pela direção da EducaçãoTotal/SchoolHouse Gaia para celebrar duas ocasiões marcantes contribuindo ativamente para uma causa social justa para a qual convida a comunidade de Vila Nova de Gaia contando, igualmente, com o seu contributo e participação ativa.

Mais informações e inscrições: nas instalações da EducaçãoTotal/SchoolHouse Gaia na Av. Vasco da Gama, 2247, pelo telefone 227848134 ou telemóvel 913404480 ou pelo email gaia@schoolhouse.pt