‘E ele é nosso!’

Nem o frio e muito menos a chuva foram suficientemente fortes para parar a primeira romaria do ano. S. Gonçalo é a primeira romaria popular portuguesa e continua a atrair centenas de fieis. Como manda a tradição. Nada é esquecido ou negligenciado. No primeiro domingo seguinte a 10 de Janeiro – dia do padroeiro – Santa Marinha e Mafamude aplaudem a passagem do santo nas principais ruas das freguesias. Abençoado tudo e todos. Augurando um ano melhor. Durante todo o dia os bombos ecoam nas ruas da cidade, atraindo a atenção. Mas é no adro da Igreja de Mafamude que a festa atinge o auge. Centenas de pessoas esperam durante horas pela chegada dos santos: S. Gonçalo (padroeiro dos barqueiros do rio), S. Cristóvão (padroeiro das gentes do mar) e São Roque (padroeiro dos doentes). Mas eles não chegam sós. A acompanhar ruidosamente chegam também os Mareantes do Rio Douro, de Santa Marinha, a Comissão Velha da Rasa e a Comissão Nova da Rasa, ambas de Mafamude.

Reza a lenda que a cabeça de S. Gonçalo foi lançada ao Rio Douro, parando na zona ribeirinha de Gaia. E foi a gente de Santa Marinha – ligada aos Mareantes do Rio Douro – que avistou a cabeça do santo. E por isso ganharam por direito desfilar pelas ruas das freguesias com o ‘prémio’: a cabeça do padroeiro! Ficando para os outros grupos a imagem de S. Cristóvão e de São Roque.

A tradição diz que o mordomo de cada grupo tem de entrar com a ‘cabeça’ do santo voltado para si, enquanto cá fora os apoiantes esperam calmamente que o acto religioso da bênção seja realizado. Mas os mais antigos recordam que um ano não foi isso que aconteceu. O mordomo entrou com a ‘cabeça’ de S. Gonçalo de frente para o altar, e assim pelas ‘normas’ da romaria, a perdeu, para a Comissão da Rasa, que era a única na altura.

Após a bênção, os grupos dão três voltas ao átrio da igreja antes de seguirem para as sedes. E é aqui que o maior número de pessoas se concentra. Os bombos servem apenas de mote para os saltos e gritos dos fiéis. “E ele é nosso. E é, é, é!!!” ecoam em uníssono. Homens, mulheres, novos e velhos.

Este ano, a população aderiu em maior número. E os jovens, contrariando a ideia de que a festa tende a desaparecer, dançaram e mostraram-se muito envolvidos na romaria.

Após a saída, começam a suar os bombos e é dada continuidade à romaria. Três voltas ao átrio da igreja é a praxe e seguem caminho para as suas sedes onde terminam o dia.

Mercado à Moda Antiga

Este ano, o S. Gonçalo teve direito a dois dias de festa. Na beira-rio, durante todo o fim-de-semana, estive o Mercado à Moda Antiga, recriando os usos e costumes do final do séc. XIX, início do séc. XX. Pelo Centro Histórico desfilaram os figurantes dos associados da Velha Lamparina, grupos etnográficos, confrarias e artesãos do concelho.

No final do cortejo, os Mareantes tiveram direito à merenda. Um momento de confraternização que evocou os tempos antigos.

Festa histórica

Esta romaria – a primeira a realizar-se no país – terá começado na Idade Média. Acontece sempre no primeiro domingo após o dia de S. Gonçalo, 10 de Janeiro.

No século XVIII foi aproveitada, para afirmar em Mafamude a antiga autonomia de Gaia face ao bairro de Vila Nova, que era administrado pelo Porto. Naquele tempo, Vila Nova de Gaia estava dividida em duas povoações: ‘Vila Nova’ (hoje a zona junto ao Cais de Gaia) e ‘Vila de Gaya’ (Candal e a zona do Castelo de Gaia – Lugar de Gaia).

Advertisements

Um comentário a “‘E ele é nosso!’

  1. …..é sempre bom ver notícias desta festa que é do povo para o povo, mas esta notícia tem inverdades que convém numa próxima vez não serem publicadas, sem ser devidamente verídicas porque quem lê fica mal informado… Gosto do vosso jornal por isso me dou ao cuidado de responder à notícia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s