Bronze vem para Gaia

DR LUSA

Depois do Boccia, chegou a vez de Portugal conseguir a segunda medalha nos Jogos Paralímpicos de Londres 2012. O atleta gaiense Lenine Cunha garantiu o bronze na prova do salto em comprimento F20 (deficiência intelectual) com um salto de 6,95 metros (atrás do espanhol Jose Exposito  com 7,25 metros e do croata Zoran Talic com 7,09 metros).

“Esta era a medalha que faltava e foi conseguida num ambiente fantástico”, salientou o medalhado gaiense, que aproveitou para dedicar ao treinador, José Costa Pereira, e à família o feito. De recordar que o atleta esteve ausente dos Paralímpicos durante 12 anos devido ao facto de a deficiência intelectual ter sido retirada do programa.

Natural da Afurada, o atleta Lenine Cunha aos 29 anos  já conseguiu conquistar 135 medalhas nas várias disciplinas do atletismo – salto em comprimento, triplo salto, heptatlo, pentatlo, estafetas 4×100 metros e 4×400 metro. Esta marca faz de Lenine o atleta português mais consagrado no desporto adaptado.

Lenine estreou-se em competições paralímpicas nos Jogos de Sydney 2000 e é também recordista mundial do heptatlo, do pentatlo e do triplo salto da Associação Internacional de Desporto para Pessoas com Deficiência Intelectual  (INAS-FID).

A primeira medalha para Portugal nestes Paralímpicos foi conquistada pela equipa de Boccia 3 (BC3), formada por Luís Silva, José Macedo e Armando Costa (suplente). Os lusos conseguiram a medalha de prata  numa prova onde a Grécia venceu por 4-1.

Advertisements
por noticiasdegaia Publicado em Desporto

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s