Hortas e jardins geram inclusão e parcerias

A implementação de hortas e jardins no parque habitacional social de Gaia, desenvolvido pela Gaiurb com o objetivo de promover a inclusão social, está a gerar resultados muito positivos no que respeita à adesão de munícipes e de parceiros privados.

Na sequência do sucesso da implementação do projecto-piloto no empreendimento social Alberto Martins Andrade, em S. Félix da Marinha, em 2007, e do alargamento ao empreendimento social Dr. Mário Cal Brandão, em Avintes, em 2009, a Gaiurb está a replicar a experiência no empreendimento social D. Manuel Martins, em Oliveira do Douro. Até ao final do ano, prevê-se o arranque de mais duas hortas comunitárias, localizadas em terrenos junto aos empreendimentos Monte Grande, em Vilar de Andorinho, e D. Armindo Lopes Coelho, em Olival.

As hortas e jardins do empreendimento social D. Manuel Martins assentam numa lógica de envolvimento intergeracional e estão associadas ao projeto de inclusão social promovido pela Gaiurb junto da população mais vulnerável residente no parque habitacional social, nomeadamente idosos saudosistas das atividades de cultivo da terra, ex-detidos que regressaram aos seus lares, pessoas dependentes do álcool que se encontram em reabilitação e pessoas portadoras de deficiência.

Este projeto da Gaiurb tem merecido o apoio de diferentes entidades, designadamente o Centro Paroquial e Social de Oliveira do Douro (cujos utentes se disponibilizaram a partilhar a sua sabedoria com estas famílias carenciadas), a Junta de Freguesia de Oliveira do Douro (através da cedência das ferramentas necessárias ao tratamento e manutenção dos terrenos), o Parque Biológico Municipal (apoio no acompanhamento técnico e ambiental e na cedência de dezenas espécies para cultivar e estilhas de madeira para o revestimento dos terrenos) e, ainda, a Contecnica – Afonso & Carla, uma empresa de Serralharia sediada na Freguesia de Grijó (através da doação de vedações para os terrenos).

A delimitação dos terrenos a tratar, através da colocação de gradeamento uniforme, de modo a preservar os espaços dos animais domésticos, já foi concluída, graças à recente doação de mais de 300 metros de rede produzida pela Contecnica, o que permitiu vedar toda a área frontal do empreendimento, num total de quatro blocos habitacionais.

Afonso, o empresário responsável pela Contecnica, manifestou vontade em contribuir para este projeto dos jardins e hortas comunitárias, uma vez que se trata de uma ação que visa a inclusão social de pessoas vulneráveis.

A Contecnica é uma empresa de referência no mercado da serralharia e produz equipamentos de máxima qualidade, designadamente portões adequados a todas as necessidades: para garagem, decorativos, simples, automatizados, entre outros. Esta empresa gaiense é, também, responsável pelo fabrico de vedações, gradeamentos, estruturas para suporte. Os metais utilizados são da melhor qualidade de forma a tornar as peças precisas e resistentes.

Este projeto de inclusão social desenvolvido pela Gaiurb integra ações como a implementação de jardins e hortas comunitárias com o objetivo de proporcionar às famílias carenciadas a obtenção de alimentos essenciais à sua subsistência e saudáveis, contribuindo para o equilíbrio do orçamento familiar, ao mesmo tempo que promove o reforço do acompanhamento e apoio às pessoas com trabalho precário, desempregados, pensionistas e outras pessoas com fragilidades sociais.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s