Ex-trabalhadores da Molin recebem indemnizações

11 anos depois da falência, os 160 trabalhadores que laboravam na Molin receberam hoje a indemnização da empresa. Valores variáveis entre 400 e 46 mil euros, conforme o vencimento e a antiguidade na fábrica de Canelas. Ao todo a Molin entrega um milhão de euros.

Os ex-funcionários foram chamados ao Tribunal de Comércio de Gaia para receber o que a empresa devia. Satisfeitos com a conclusão do processo, revelam apenas que peca por ser tardio.

Todo este processo se arrastou devido a muitas “divergências”, salientou o representante do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Actividades do Ambiente do Norte. Alcino Santos revelou que primeiro atrasou por causa da mudança da administração da insolvência – “só aí emperrou logo quase cinco anos” – e depois a banca que não correspondia com as deliberações do tribunal, que dizia que os “trabalhadores eram credores privilegiados”.

A Molin faliu em Junho de 2001. Em Canelas ainda está o imponente edifício que recebia os trabalhadores. Vazio. A dúvida ainda hoje habita nas cabeças dos ex-trabalhadores e para a qual não conseguem resposta: o que levou à falência da Molin?

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s