“O CÉU SOBRE BERLIN” APRESENTADO NA POETRIA

A Livraria Poetria promove no dia 8 de Outubro, sábado, às 18h00, uma sessão de apresentação poética do livro “O Céu sobre Berlin”, de Danyel Guerra.

A publicação será apresentada por Ana Catarina Marques que, juntamente com Susana Guimarães, lerá poemas de Sophia de Mello Breyner Andresen, Hilda Hilst, Ana Cristina César, Friedrich Hölderlin , Miguel Torga e Jorge Luís Borges, numa interação com os textos do livro, editado pelo selo Aleph..

A sessão realiza-se nas instalações da Poetria, à Rua de Sá de Noronha,157, Porto.

Nesta coletânea de “road stories”, estórias de estrada, Danyel Guerra evoca  a sua travessia a pé do Muro de Berlin, sensações e perplexidades expressas num croniconto fantasista, misturando uma realidade pungente com uma fabulação luminosa. O livro integra ainda mais nove (pré)textos de viagens, crónicas encenadas em cidades espanholas como Getaria, terra natal do estilista Cristobal Balenciaga. E ainda uma ode poética a escritora brasileira Hilda Hilst.

O CÉU SOBRE BERLIN”: (PRE)TEXTOS  DE VIAGENS

“O Céu sobre Berlin”. Assim se intitula o mais recente livro de Danyel Guerra. “(Pre)textos de Viagens” é o subtítulo desta coletânea de crónicas e “road stories” (estórias de estrada), encenadas nas cidades de Berlin, Bilbao, Getaria, San Sebastián/Donostia, Vitoria/Gasteiz, Barcelona, Oviedo, Gijón e na estância balnear de La Manga del Mar Menor.

“O Trabantáxi de Berlin” se assume como o (pre)texto âncora da publicação, editada pelo selo Aleph. O croniconto evoca a travessia a pé, pelo autor, do Muro de Berlin nos anos 80. Passados precisos 50 anos sobre a construção do “Berliner Mauer” e 22 sobre o seu derrube, Danyel Guerra reflete sobre esses acontecimentos, símbolos da agudização da Guerra Fria e do desabar da chamada, por Churchill, Cortina de Ferro.

Outro (pre)texto pertinente do ponto de vista político-cultural é “Entrando por el cano”. Nele, o autor adota o estilo típico do publicismo jornalístico, polemizando sobre as relações, frequentemente equívocas e melindrosas estabelecidas ao longo da História. entre Portugal e Espanha.

“O Céu sobre Berlin” se conclui, na contracapa, com um texto síntese de Fernanda Rodrigues dos Santos, onde se sublinha a pulsão cinemática instalada pelo autor nestas narrativas viajantes.

Danyel Guerra nasceu na cidade do Rio de Janeiro, Brasil, num dia de Vênus do mês de Novembro de 1954, sob o signo de Escorpião. Radicado em Portugal há vários anos, é licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Desde 1983, tem exercido as funções de redator de jornalismo (CP nº 803). Em 1987 publicou o “Guia de Verão/Porto/Roteiro Jovem”, edição do FAOJ-Porto. Mais recentemente, em 2004, deu à estampa, para o selo Armazém Literário, “Em Busca da Musa Clio”, ensaio biográfico sobre o poeta árcadico portuense Tomás Gonzaga. O mesmo label editou em 2008, o volume de crónicas e cronicontos “Amor, Città Aperta.”

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s