Sociedade

Interrupção da circulação sob a rotunda de Santo Ovídio e nos acessos da A1

Imagem0212Começaram hoje as obras de prolongamento da Linha Amarela do Metro do Porto, na zona de Santo Ovídio. Progressivamente, vão ficar encerrados o sentido Norte/Sul do túnel rodoviário sob a Rotunda da Santo Ovídio e os acessos da auto-estrada A1 à Avenida da República através do nó de Gaia/Santo Ovídio. Todos estes impedimentos mantêm-se até Fevereiro de 2011, data prevista para a conclusão desta empreitada de expansão da rede do Metro.

Perante a alteração do normal fluxo de trânsito, a Metro do Porto tem vindo a manter uma comunicação de proximidade junto dos comerciantes e moradores das redondezas, para que se possam minorar os transtornos. Assim sendo, esta empresa admite indemnizar os comerciantes e criar acessos alternativos para os moradores poderem entrar nas respectivas habitações, bem como para os pais e crianças acederem à Fundação Couto.

“Os automobilistas que pretendam dirigir-se à Avenida da República e ao centro de Gaia devem utilizar, como alternativa, a saída Gaia/Coimbrões. No sentido inverso, ou seja, da Avenida da República e da rotunda de Santo Ovídio em direcção à A1, a circulação está condicionada a uma faixa de rodagem, que permanecerá sempre disponível e transitável até à conclusão da obra”, explica a Metro do Porto, acrescentando que “até ao final de Janeiro de 2010, o trânsito automóvel na Avenida de Vasco da Gama limita-se a uma faixa de rodagem em cada sentido”.

31 milhões de euros de investimento

Orçada em 31 milhões de euros, a obra contempla, além de mais 600 metros de linha, as criações da primeira estação subterrânea no concelho, em Santo Ovídio, e um túnel rodoviário de acesso à A1 (com as mesmas faixas de rodagem que actualmente existem).

O projecto prevê ainda a implementação do interface D. João II e cobertura da estação, uma nova via BUS com sentido ascendente e a nascente da referida paragem. Para tal, serão rasgados três novos arruamentos em terrenos devolutos entre as avenidas da República e Vasco da Gama (EN222). E serão estes que servirão de alternativas ao tráfego rodoviário que pretende usar a principal artéria do município, uma vez que será necessário fazer o novo circuito em redor do quarteirão.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s