Sociedade

Escutismo entusiasma crianças do Balteiro

Escutas1-150x100Agrupamento de Escuteiros 986 de Vilar de Andorinho homenageado pela GaiaSocial, na presença de 24 jovens deste empreendimento

As crianças Balteiro tiveram a oportunidade de passar um dia diferente dos demais sábados de convívio no empreendimento social de Vila do Andorinho. A convite da empresa municipal GaiaSocial, a brincadeira transferiu-se para o Agrupamento de Escuteiros 986 desta freguesia.

A visita aconteceu no último dia 10 e inseriu-se na homenagem feita pela empresa municipal de habitação à colectividade em questão, pelo apoio prestado às actividades de Verão focadas nas crianças residentes no Balteiro.

Ao todo foram 24 as crianças que aceitaram participar no evento, tendo muitas delas manifestado a intenção de futuramente integrar este agrupamento de escutas. Tudo porque gostaram de assistir à cerimónia do hastear da bandeira e à investidura dos Lobitos, que receberam as fitas de guia de Alcateia, de receber uma t-shirt com a frase “Juntos damos sentido à vida” e de visionar um filme realizado pelo grupo Pioneiros 101, intitulado “Sempre Alerta”, sobre as actividades do escutismo.

A terminar, nota para o facto de todos terem passado pelas diversas secções do Agrupamento de Escuteiros 986 de3 Vilar do Andorinho, como são os casos da Alcateia dos Lobitos, identificados pela cor amarela, entre os 6 e 10 anos; a Cabana dos Exploradores, de cor verde, dividida por patrulhas e identificadas por nomes e lemas diferentes, com idades entre os 10 e os 14 anos; a secção dos Pioneiros, os guias, cuja existência gira em torno de símbolos como a água ou a gota, congrega jovens com idades compreendidas entre os 14 e 18 anos, que possuem cargos diferentes e estão divididos em duas equipas, Neptuno e Camões; a Tenda dos Caminheiros, que simboliza a mobilidade e prontidão do caminheiro para se pôr em marcha, mas também da necessidade de paragem temporária, na qual os jovens com idades superiores a 18 anos podem reflectir e interiorizar os acontecimentos da jornada; na Bíblia, a tenda é sinónimo da presença de Deus no meio do seu povo.

As técnicas da GaiaSocial exibiram, também, um filme que documentou todas as actividades de Verão realizadas para as crianças do empreendimento e que tiveram o reconhecido apoio do grupo de Pioneiros 101 do Agrupamento 986.

A jornada terminou com um lanche na Cabana dos exploradores, confeccionado pelas famílias dos próprios escuteiros.

O Agrupamento de Escuteiros 986 de Vilar de Andorinho foi fundado há cerca de 13 anos, mas só há cinco anos se encontra nas actuais instalações, num terreno cedido pela Câmara de Gaia à Junta de Freguesia para ser utilizado por uma instituição de utilidade pública. Outrora estaleiro de obras da urbanização do lugar das Menezas, este espaço tem vindo a ser recuperado e reabilitado pelos 75 escuteiros que constituem o agrupamento.

Não obstante a simplicidade das instalações, o chefe do agrupamento, Amorim Silva, afirmou: “Não queremos subsídios”. Os escuteiros preferem aceitar materiais e bens necessários às suas instalações e continuar a sobreviver da receita da campanha anual que realizam, do calendário que fazem todos os anos e vendem a 1 euro, da cota simbólica de 50 cêntimos/mês por cada escuta, ou do bar onde os pais bebem um cafezinho sempre que vão buscar os filhos.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s