Autárquicas 2009

Gaia (continua) na Frente

Coligação PSD-CDS/PP consegue quarta maioria absoluta no concelho. Luís Filipe Menezes conquista maior resultado de sempre no município e César Oliveira passa a ser o novo presidente da Assembleia Municipal

IMG_1025Luís Filipe Menezes volta a ficar na história de Vila Nova de Gaia. Chega ao concelho em 1998 e continua a ser o presidente da câmara municipal até 2013. Ou seja, o quarto mandato faz dele o autarca com mais anos na edilidade, pós 25 de Abril. Tudo isto porque a coligação PSD-CDS/PP que lidera volta a ser a grande vencedora das eleições Autárquicas do último dia 11.

No total, a equipa Gaia na Frente atinge 61,98% dos votos, mais 7% em relação ao sufrágio de 2005, e vence pela primeira vez de que há memória nas 24 freguesias do município. Números difíceis de bater e que demonstram a empatia dos gaienses para com o trabalho de Luís Filipe Menezes.

Mais do que a garantia de maioria absoluta, a coligação Gaia na Frente passa de sete para oito o número de mandatos, fruto do facto de a CDU, com 6,3% (8,28% em 2005) perder Ilda Figueiredo, única representante desta força partidária na edilidade. Relativamente ao PS, a lista encabeçada por Joaquim Couto mantém os três vereadores, mas desceu dos 27,99% (em 2005) para os 25,32%.

Ainda quanto ao rescaldo da ida às urnas no concelho, destaque para o facto de o BE atingir os 3,44% (3,77% em 2005) e do MPT ficar-se pelos 0,67% (0,63% em 2005).

Em suma, trata-se do melhor resultado de Luís Filipe Menezes em Gaia. A alegria da vitória celebra-se numa tenda colocada em frente ao El Corte Inglés, onde não deixa de marcar presença César Oliveira, também ele eleito como novo presidente da Assembleia Municipal, com 52,46% dos votos, superiorizando-se as listas do PS (30,84%), CDU (7,31%), BE (5,62%) e MMS (0,79%).

Menezes estende a mão ao Porto

“Esta é um estrondoso resultado, uma estrondosa vitória! Ganhámos nas 24 freguesias! Quero agradecer ao povo de Gaia, aos sociais-democratas, aos centristas, mas também aos comunistas, aos socialistas e aos do Bloco de Esquerda, porque votaram em nós e sem eles não tínhamos este resultado”. É desta forma que Luís Filipe Menezes arranca com o discurso de vitória.

Com dezenas de apoiantes a assistir ao efusivo discurso e já depois de saber que Rui Rio também havia triunfado no concelho do Porto, o presidente da câmara reeleito não perde a oportunidade para estender a mão à margem direita do Douro.

“A terceira cidade país juntou forças e agora temos todo o direito de nos associarmos ao Porto, para em conjunto serem um centro aglutinador reivindicativo de justiça equitativa na repartição dos recursos orçamentais entre o norte e o sul de Portugal”, lança o repto. “ É muito injusto o que tem acontecido na última década, a descriminação em relação ao Porto, em relação ao norte. Com este resultado, temos condições de dizermos que queremos duas áreas metropolitanas, Porto e Lisboa, a lutar de igual para igual, porque só assim Portugal será mais forte e mais desenvolvido”, completa.

Posto isto, conclui: “Esta é uma vitória de uma ideia de cidade; de uma ideia de pais. É impossível governar Portugal sem acreditar no estado social, sem acreditar na educação, saúde, segurança social assegurados para todos. Se este discurso for adoptado a nível nacional, Portugal também vai ter direito a ter esperança e alternativa”.

PS o grande derrotado

Se já não bastava o facto de o PS ser o principal derrotado nos escrutínios para a câmara e assembleia municipal, o pesadelo em Gaia estende-se igualmente às juntas de freguesias. Das nove conquistadas em 2005, os socialistas vêm este número reduzido para cinco.

Apesar de Artur Gandra conquistar Valadares para o PS, Madalena, Avintes, Canelas, Grijó e Gulpilhares deixam de estar sob alçada rosa: as três primeiras caem para a aliança PSD-CDS/PP (Francisco Leite, Nuno Oliveira, Adelaide Canastro, respectivamente) e nas duas seguintes Rogério Tavares e Alcino Lopes encabeçam movimentos independentes apoiados pela coligação Gaia na Frente.

Ou seja, Vilar do Andorinho, Olival, Oliveira do Douro, Sermonde e agora Valadares são as cinco freguesias onde o PS merece a maior aceitação dos gaienses.

Anúncios

Um comentário a “Autárquicas 2009

  1. De facto, esperamos que, de uma vez por todas, sejam desfeitas todas as dúvidas… comparando as votações das legislativas em todasd as freguesias com as das autárquicas, não restam quaisquer dúvidas… a estrondosa vitória da coligação “Gaia na Frente” fica-se a dever, de facto, ao Grande Homem Luís Filipe Menezes e ao seu “Partido de Gaia” e, não -como disse na noite da vitória – ao PSD e, muito menos, à actual líder, Manuela Ferreira Leite (MFL) que, por coincidência (ou não) faz capicua com Luís Filipe Menezes (LFM)…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s