Autárquicas 2009

Ilda Figueiredo pede ‘mais força’ aos gaienses

Candidatura apresenta 12 propostas concretas para levar a cabo nos próximos quatro anos. Comunistas acentuam críticas à não participação de Menezes nos debates

cdu on‘O projecto que faz a diferença na gestão municipal’ da CDU à câmara passa pela aposta em 12 medidas concretas.

A primeira delas, uma das mais reclamadas pelos munícipes, diz respeito à diminuição “para metade das quatro taxas contidas na factura da água e baixar o IMI pago por famílias carenciadas”. Com esta acção, os comunistas pretendem atenuar as dificuldades das “mais de 60 mil que vivem em situação de pobreza no concelho.

As taxas também vão ser atenuadas para os micro e pequenos empresários. Com a redução da derrama e outras taxas é possível promover o emprego com direitos, já que se apoia a produção e o comércio local, alarga as actividades turísticas às 24 freguesias com centros de apoio local, e valoriza o artesanato, saberes e tradições.

Uma das vertentes sociais passa pela construção e funcionamento de uma rede de centros de dia, lares para idosos e creches capaz de responder às necessidades municipais. A par destes equipamentos, pretendem garantir ainda o importante apoio domiciliário às pessoas que precisam, assim como centros de apoio a mulheres vítimas de violência.

Outra medida diz respeito à criação de espaços verdes e de lazer em todas as freguesias e não só nas de cariz mais urbano. Dentro desta proposta encontram-se os parques infantis, espaços de convívio com bancos e pequenas bibliotecas espalhadas pela cidade.

Espaços de convívio cobertos nas escolas básicas e jardins-de-infância e melhoramento de ruas e vias em más condições de pavimento e sem passeios são mais duas propostas apresentadas pela candidatura da CDU.

Seguem-se as empresas e agências municipais. A candidata acredita que é possível “reduzir para metade”, com a devida devolução das competências ao executivo municipal, “para diminuir despesas e garantir a igualdade no atendimento dos munícipes”. Claro que todos os direitos dos trabalhadores estão desde já assegurados.

cdu1 onRelativamente às colectividades, os comunistas apostam numa rede de animadores culturais e desportivos que apoiem as associações,  com programas efectivos, bem como o acesso gratuito de todos os gaienses aos equipamentos municipais, incluindo Parque Biológico e gimnodesportivos.

No que diz respeito à juventude, a candidatura pretende “criar e dinamizar o Conselho Municipal, visando a concretização de programas permanentes”.

Uma das batalhas da CDU nos últimos anos prende-se com a presença dos munícipes nas reuniões de câmara e da assembleia municipal. Ilda Figueiredo quer “garantir a intervenção livre dos munícipes no início das sessões e sem inscrição prévia”.

O Conselho Municipal de Transportes também é uma aposta dos comunistas. Com este projecto, vai ser possível garantir uma “rede de transportes públicos que cubra todo o concelho, a preços acessíveis, com passes intermodais e especiais para idosos, estudantes, desempregados e pessoas portadoras de deficiências”.

A última medida diz respeito à reabilitação das zonas urbanas, “dando prioridade à melhoria da qualidade de vida dos moradores e à defesa do património”. E dá exemplos: o Centro Histórico, a urbanização de Vila d’este, o centro de Arnelas, o complexo da ex-Cerâmica das Devesas, assim como a Casa Oficina Soares dos Reis.

“Se estas 12 medidas forem postas em prática, ao fim de quatro anos a população viverá muito melhor em Gaia”, afirmou a candidata comunista.  Para isso, basta que o eleitorado “dê força à CDU para contribuir para que estas medidas sejam postas em prática”.

A candidatura comunista prometeu visitar todas as freguesias do concelho nestes últimos dias de campanha, à semelhança do “que fizeram nos últimos anos” em que Ilda Figueiredo foi vereadora.

A terminar, a comunista evidenciou a falta permanente do candidato social-democrata nos debates que reunem todos os cabeça de lista às autárquicas, demonstrando “pouco respeito pelo pluralismo democrático”. Para a comunista esta “dificuldade em conviver com esse mesmo pluralismo democrático é evidente” e, também por este motivo, espera que a “população tire as suas próprias ilações”. TT

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s