Cultura

Cultura é vencedora em Gaia

A Casa da Cultura de Gaia efectuou um balanço positivo dos quatro anos de políticas culturais do actual mandato

Dorminsky na Expocidades

Dorminsky na Expocidades

Este período ficou marcado pela realização de numerosos eventos e actividades de relevo às quais o público correspondeu em massa, estimando-se que dois milhões de pessoas tenham sido abrangidos.

A estratégia do vereador do projecto, Mário Dorminsky, para a reunião dos sectores da Cultura, Património e Turismo com o objectivo de “Colocar Gaia no Mapa” foi deste modo atingida, sendo o concelho agora distinguido como “Capital da Cultura do Eixo Atlântico”.

A partir de uma parceria com a Gaianima – entidade gestora de numerosos equipamentos – foram estudados e avaliados os gostos e preferências dos gaienses, apelando à sensibilização do gosto cultural e à criação de novos públicos.

Alguns dos principais destaques na suma destes quatro anos centram-se no Passaporte Cultural e na Egg Parade, ambos acontecimentos de enorme sucesso junto de um numeroso público visitante.

Além dos referidos eventos, a aposta deste ciclo cultural centrou-se igualmente na recuperação e aproveitamento de património histórico do concelho, renovado e reutilizado em acções de cariz artístico e cultural. Neste contexto específico, destaca-se a reabilitação da Casa Barbot, do Convento Corpus Christi e do Cineteatro Eduardo Brazão, espaços que contaram com variadas iniciativas nos campos da música, teatro, artes plásticas e cinema, entrecortadas com diversas conferências e exposições. Desta forma o vasto património, em grande parte desconhecido da população, passou a ser um ponto de atracção de visitantes, não só num contexto de aproveitamento de uma herança com fortes raízes históricas como também sob um ponto de vista educativo. Neste último aspecto, o Solar dos Condes de Resende merece uma menção especial pelas recorrentes iniciativas, com evidência para as aulas de dança de salão e pintura, assim como os cursos livres, que, revelando uma aliança entre o apreço artístico e o carácter instrutivo, desafiam a criatividade artística dos jovens.

Um outro aspecto fundamental a salientar neste balanço é a grande variedade de parcerias e apoios estabelecidos e praticados pelo Pelouro da Cultura, Património e Turismo. Com o objectivo de promover os universos artístico e cultural foram levados a cabo projectos e iniciativas como o lançamento da Agenda Cultural e da Revista “Casa da Cultura”, a publicação de inúmeros catálogos, folhetos e livros dedicados a tradições populares, nomeadamente de carácter religioso, a edição de discos, no seguimento de festivais e concursos de música, assim como projectos nas áreas da literatura e teatro, que inclusive se distinguiram a nível internacional.

logotipo-gaia-capital-da-cultura-do-eixo-atlantico-2009Os Prémios Cidade de Gaia marcaram esta corrente de iniciativas através da distinção de grandes personalidades do concelho de Gaia. Foram efectuadas homenagens a figuras como o pintor Jaime Isidoro, o escritor Rentes de Carvalho ou o escultor Soares do Reis, tanto em cerimónias e actos culturais como na referida Revista “Casa da Cultura”.

Em síntese, os quatro anos de políticas culturais revelam uma Vila Nova de Gaia mais concorrida em eventos do género, com uma riqueza e produção de toda a forma alargadas, que movem visões positivas para um futuro que se desenvolve diariamente. MS

Anúncios
por noticiasdegaia Publicado em Cultura

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s