Autárquicas 2009

Políticos visitam feira dos Carvalhos

feira carvalhosCandidatos de diferentes partidos políticos visitaram a conhecida feira dos Carvalhos. PS, BE, CDU e PSD deslocaram-se à freguesia de Pedroso e contactaram com os feirantes, inteirando-se das maiores necessidades e dando, mais uma vez, a conhecer as respectivas políticas de intervenção.

Em período eleitoral, todos os partidos aproveitaram o aglomerado populacional próprio da feira para fazer campanha política.

Marco António Costa, presidente da concelhia social-democrata e vice-presidente da câmara, mostrou-se optimista relativamente aos votos e mandatos afirmando ter por objectivo “vencer mais juntas, ter mais mandatos na assembleia municipal e nas assembleias de freguesia”.

A cabeça-de-lista da CDU, Ilda Figueiredo declarou ter escolhido a feira para local de campanha pois “é o local onde se juntam milhares de pessoas”. Ainda assim, a comunista salientou que “também na feira se está a reflectir o baixo poder de compra da população. Os feirantes estão a vender menos e a feira está com menos gente”. A candidata da CDU afirmou ter perspectivas de vitória, relativamente às eleições autárquicas, ressalvando que é necessário adoptar “uma política municipal mais empenhada na resolução dos problemas das populações”.

Outra das preocupações de Ilda Figueiredo é o crescente desemprego e “a falta de uma perspectiva municipal de apoio ao emprego com direitos”. A autarca acusou a câmara de prometer e depois “esquecer as pessoas”.

Joaquim Couto, candidato do PS à câmara, diz que esta “é altura de mudança” e que “as pessoas já se aperceberam disso”. “A câmara já está cá há 12 anos, já está no final do ciclo” afirmou o socialista, salientando que “os políticos só devem prometer o que podem cumprir”. O candidato deu preferência à feira devido ao “grande ajuntamento de pessoas” e à necessidade de contactar com a população. Joaquim Couto aproveitou para acusar um dos principais problemas que a feira acarreta expondo a “desorganização da própria feira que entope a saída dos bombeiros, o que obriga a que os bombeiros nos dias de feira tenham de pôr os carros lá em cima na estrada porque se acontecer alguma emergência não conseguem passar por aqui”.

O Bloco de Esquerda também passou por lá. João Semedo reafirmou os principais objectivos: “primeiro tirar a maioria absoluta a Luís Filipe Menezes e eleger pela primeira vez vereadores para a Câmara Municipal”. O bloquista critica a política do actual presidente de câmara e afirmou que Luís Filipe Menezes “usando e abusando da sua maioria absoluta, tenha imprimido um rumo à Câmara do qual nós discordamos”. O candidato do BE tem como principal propósito derrotar Menezes, conferindo à câmara “a responsabilidade de governar a cidade e o concelho olhando para aqueles que vivem e trabalham todos os dias em Gaia” PC

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s