Cultura

Marés Vivas no Cabedelo

Festival ultrapassou todas as melhores expectativas. Mais de 52 mil pessoas passaram pelo recinto nos três dias, o que obriga ao regresso do evento em 2009

Um autêntico sucesso. Assim se pode adjectivar o Marés Vivas 2008. A recuperação do festival organizado em Gaia transformou por completo a renovada zona do Cabedelo e fez com que a música e a animação nocturna confirmasse o concelho como a capital cultural por excelência do distrito do Porto.

Três dias, muita luz e som, um cenário de encher o olho. Bom tempo, milhares de pessoas, acordes e melodias para todos os gostos. O rescaldo do festival não podia ser mais positivo.

Com o número de pessoas presentes a aumentar de dia para dia, deste evento destacam-se as excelentes actuações de James, Prodigy, Macy Gray, Tricky, Peter Murfhy e The Sisters of Mercy, bem como dos portugueses Da Weasel, Slimmy e Lulla Bye. Como menos fugaz pode classificar-se a prestação dos Riders on the Storm.

Mas não se pense que as noites terminavam com o fim das actuações no palco principal. As barracas de comes e bebes permaneciam cheias, o merchandising activo, os locais de diversão lotados e a música electrónica arrancava numa outra estrutura, no lado oposto do recinto. Posto isto, só os primeiros raios de sol convidavam os mais persistentes a recarregar energias.

O futuro
Pela grande adesão de público, vindo um pouco de todo o país, torna-se claro que o Marés Vivas tem condições para ser um pouco mais arrojado. Trazer a Gaia bandas ainda com mais notoriedade internacional pode ser uma das soluções. A outra, e talvez a principal, seria a criação de um espaço onde muitos dos espectadores pudessem pernoitar. Transformar este festival urbano num evento de Verão de referência pode ser o futuro. Para tal, por que não encontrar um local nas proximidades para um provisório parque de campismo de apoio. Com as praias bem perto e a zona histórica não muito longe, certamente que o número de entradas seria superior às já excelentes 52 mil contabilizadas.

A terminar, nota para alguma falta de informação dos horários das actuações e as trocas nos alinhamentos comunicados no programa do festival, o que obrigou muitos dos presentes a solicitarem esclarecimentos e ainda outros a perderem a banda preferida.

Apesar de tudo, apraz registar as vontades da PortoEventos em melhorar alguns pormenores e do pelouro da Juventude da Câmara de Gaia em dar todo o apoio ao alcance.

Em 2009, o Marés Vivas regressa a 16, 17 e 18 de Julho. Um festival, novamente, a não perder e que poderá ter o ex-Pink Floyd Roger Waters no encerramento de mais uma edição.

Anúncios
por noticiasdegaia Publicado em Cultura

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s